Braga, segunda-feira

ABC e Xico seguem para os oitavos ­Fafe e Arsenal da Devesa saem

Desporto

21 Dezembro 2020

Redação

16 avos de final da Taça de Portugal de andebol ditaram apuramento para a próxima eliminatória de dois clubes do Minho e afastamento de outros dois.

O ABC/UMinho, que é um dos clubes de andebol com a sala de troféus mais preenchida por Taças de Portugal, impôs ontem o seu favoritismo na visita ao Sporting de Espinho, por 19-35.


O resultado, que deixa poucas dúvidas quanto ao superior nível dos academistas, era ao intervalo já de 8-19, tendo a segunda parte permitido a Jorge Rito, técnico do ABC, gerir esforços dos seus jogadores, sem riscos e dando oportunidade de competir aos elementos que no campeonato têm sido menos solicitados.
 

 Diversa é a narrativa do jogo do Arsenal da Devesa, que saiu ontem de S. Paio de Oleiros com derrota pela margem mínima de um só golo (35-34), após ter chegado ao intervalo na frente do marcador (16-18). Um caso em que pode admitir-se o factor sorte, ou falta dela.


Já a derrota sofrida sábado em casa pelo AC Fafe (22-28), ao receber o SC Horta, ocorre por uma diferença com um desnível de 6 golos, esclarecedora quanto baste da superioridade da equipa que viajou dos Açores, e que compete no Andebol 1, escalão maior, enquanto os fafenses, que vão cumprindo uma passagem pela II Divisão Nacional, deram nessa perspectiva réplica com dignidade perante um adversário dotado de mais argumentos.
 

 O Xico Andebol, que parece estar agora a fazer por voltar a subir ao nível mais elevado da modalidade, impôs-se na visita ao CD Mafra (22-27), com a vitória já praticamente definida ao intervalo, quando ganhava por um esclarecedor 7-14.

Deixa o teu comentário