Braga, quinta-feira

ABC/UMinho melhorou para vencer na segunda parte

Desporto

20 Outubro 2019

Redação

Boavista ganhava (16-17) ao intervalo e a equipa de Braga precisou de se esforçar na etapa complementar para dar a volta ao resultado.

O ABC/UMinho teve de dar na segunda parte a volta para bater ontem, no Flávio Sá Leite, o Boavista, por 32-29, em jogo da 9.ª jornada do Andebol 1.


Embora com visível fair-play por todos os intervenientes, a partida ficou aos 11 minutos marcada por um vermelho para o boavisteiro Tiago Costa, por carga irregular sobre André Rei, quando este concluía um contra-ataque (7-6) e, no final, outro para o bracarense Francisco Silva, por pisar um adversário.
 

A desclassificação de Tiago Costa foi seguida, curiosamente, do melhor período da equipa do Bessa, que passou para a frente do marcador, chegando aos 19 minutos a uma vantagem de três golos (9-12).


Hugo Rocha, melhor marcador do encontro, devolveu aos 25 minutos a igualdade ao converter um livre de 7 metros.


O 16-17 ao intervalo premiava uma atitude mais assertiva do Boavista.


Na etapa complementar o ABC entrou mais activo na defesa, os boavisteiros falharam ataques e a equipa minhota deu a volta, por Hugo Rocha num livre de 7 metros (23-22) aos 40 minutos.


A 10 minutos do fim, Rui Rolo fez para o Boavista o 27-26, na última diferença tangencial.

Antes do vermelho, Francisco Silva converteu em lance aéreo, assistido por André Rei, o 29-26.


Os guarda-redes Cláudio Silva (Boavista) e Carlos Oliveira (ABC) que entrou a substituir Humberto Gomes - que esteve muito bem no início - brilharam nos minutos finais.


Arbitragem regular da dupla de árbitros minhotos que em breve voltam a palcos internacionais.


Nenhum dos lances de cartão vermelho deve dar suspensão para os próximos jogos.

Deixa o teu comentário