Braga, segunda-feira

'Ala covid' da Misericórdia de Vila Verde 'totalmente preenchida'

Regional

19 Janeiro 2021

Redação

A "ala covid" do Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde, distrito de Braga, está "totalmente preenchida", estando a prestar assistência a 20 pessoas, disse hoje à Lusa o provedor daquela instituição.

A "ala covid" do Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde, distrito de Braga, está "totalmente preenchida", estando a prestar assistência a 20 pessoas, disse hoje à Lusa o provedor daquela instituição.

Em declarações à Lusa, Bento Morais explicou que a unidade criada em Vila Verde "tem doentes locais, de Barcelos e de vários pontos do distrito", salientando o "bom funcionamento em articulação com a delegação de saúde local".

Segundo o responsável, "este trabalho conjunto" entre a Santa Casa de Vila Verde e a delegação local de Saúde "mostra que o setor social não se demitiu" do seu papel.

"Muito se tem falado da falta de apoio do setor social no combate à pandemia e aqui está um exemplo que ele está a dar respostas e está empenhado em cooperar", disse.

Bento Morais afirmou que "está a ser feito o que é possível", salientando que "não está também a ser fácil contratar pessoal especializado e formar equipas para socorrer a estes doentes".

A "ala covid" da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde "tem as 20 camas ocupadas entre pessoas em tratamento e em isolamento".

O provedor salientou ainda o "grande esforço" daquela valência hospitalar no atendimento a doentes não-covid 19.

"Estamos a trabalhar em pleno nas outras áreas, nas cirurgias, exames e consultas. Temos dado uma ótima retaguarda aos hospitais centrais que estão a sentir uma maior pressão por causa da pandemia", afirmou.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.041.289 mortos resultantes de mais de 95,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 9.028 pessoas dos 556.503 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário