Braga, quinta-feira

Alma guerreira não chegou para anular os erros

Desporto

06 Junho 2020

Redação

SC Braga esteve por duas vezes em vantagem na Cidade do Futebol, mas não conseguiu segurar o resultado perante um Santa Clara que sempre acreditou e aproveitou bem os erros dos bracarenses.

Um regresso infeliz... A tão esperada retoma da I Liga não correu de feição ao Sporting Clube de Braga que ontem, na Cidade do Futebol (casa do Santa Clara até ao final da época), não conseguiu manter a vantagem que construiu no marcador e, por duas vezes, permitiu ao adversário igualar a partida, terminando mesmo o encontro a sofrer o terceiro golo, que ditaria a derrota que ninguém queria.

Os Guerreiros do Minho até entraram mais fortes e foram conseguindo impor o seu jogo, mas sem chegar aos festejos. A situação só mudou quando aos 19 minutos o VAR descortinou uma falta sobre Trincão na grande área do Santa Clara. Fransérgio foi chamado a tentar converter o castigo máximo e não deu hipóteses ao guarda-redes Marco: bola para um lado e guardião para o outro.

Um golo que colocou alguma justiça no marcador, pois os bracarenses estavam mais mandões na partida, mas que teve o condão de acordar o Santa Clara que, aos 34 minutos, conseguiu o empate por intermédio de Thiago Santana. Zaidu conseguiu fugir pela esquerda, cruzou para a área, David Carmo não chegou à intercepção do esférico e o avançado dos açorianos dominou e rematou forte sem hipótese para Matheus.

E até ao final da primeira parte o Santa Clara voltou a incomodar os bracarenses no seu sector mais recuado, com Zaidu a permitir, por duas vezes, boas defesas a Matheus e João Afonso a cabecear um pouco acima após a marcação de um canto.

O SC Braga só conseguiu responder já no segundo tempo, primeiro por Ricardo Horta, que desviou de mais da baliza açoriana, e depois por Trincão, aos 56 minutos, que descobriu o caminho para os golos, respondendo de primeira ao cruzamento de Sequeira, num lance que o criativo bracarense iniciou e concluiu e que foi mesmo a jogada mais bonita dos bracarenses no jogo.

Um golo que parecia relançar o SC Braga para uma boa exibição e para a vitória, mas nada disso aconteceu. Raul Silva, aos 65 minutos, viu o árbitro assinalar penálti, num lance que deixa muitas dúvidas, mas que permitiu a Thiago Santana conquistar novo empate para o Sta. Clara.

E já nos minutos de desconto, aos 90+2m, um erro de Matheus na reposição da bola acabou com permitiu uma recuperação rápida de Lincoln que subiu pela esquerda, cruzou para a área e aí apareceu Carlos Jr. a só ter que encostar para o 3-2 que seria final e fatal para o SC Braga.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho