Braga, quarta-feira

Amares aprova aumento de 0,8% na taxa de saneamento, lixo e abastecimento de água

Regional

12 Outubro 2020

Redação

A câmara de Amares aprovou hoje por unanimidade o aumento de 0.8% para 2021 no tarifário do abastecimento de água, saneamento básico e lixo, mas com o "compromisso de honra" de aprovar "medidas efetivas" de ajuda às famílias.

A câmara de Amares aprovou hoje por unanimidade o aumento de 0.8% para 2021 no tarifário do abastecimento de água, saneamento básico e lixo, mas com o "compromisso de honra" de aprovar "medidas efetivas" de ajuda às famílias.

Em declarações à Lusa, o líder o Movimento Amares Independente e Solidários (MAIS), Emanuel Magalhães, explicou que votou a favor daquele aumento porque o executivo comprometeu-se a apresentar "nas próximas reuniões propostas de apoio claro às famílias carenciadas".

Tanto o MAIS como o PS expressaram, na discussão daquele ponto da reunião de câmara de hoje, que votariam contra aquele aumento mas acabaram por votar a favor.

Emanuel Magalhães descreveu que na discussão do referido ponto propôs "um período de carência de seis meses daquele aumento, de uma forma informal e não numa proposta votada".

"Acabámos por votar a favor porque ficou estabelecido um compromisso de honra que seriam apresentadas em próximas reuniões do executivo propostas para contrabalançar aquele aumento e ajudar as famílias e empresas de Amares", disse.

"Nós íamos votar contra principalmente pela fraca qualidade dos serviços que a câmara está a prestar naquela área", explicou à Lusa o vereador do PS Pedro Costa.

"No entanto, depois da discussão, ficou assente que haveria medidas compensatórias ou um período de carência para aquele aumento que o presidente [Manuel Moreira] disse ser uma recomendação da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos", continuou.

Do lado da maioria PSD/CDS-PP, o presidente da autarquia explicou que o aumento "deve-se à recomendação da ERSAR" mas confirmou que "serão apresentadas medidas para compensar" aquele aumento.

"O aumento acaba por ser residual, de 10 ou 20 cêntimos. Mas entendemos que no contexto atual temos a responsabilidade de ajudar as nossas famílias e empresas a fazer face à perda de rendimentos causada pela atual pandemia e vamos ter isso em conta em propostas futuras como já tivemos em propostas apresentadas este ano", salientou o autarca.

O executivo da Câmara Municipal de Amares é liderado pelo PSD/CDS-PP com 5 eleitos, e PS e MAIS com um vereador cada.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho