Braga, sábado

Amares: Arte de bem receber

Regional

27 Agosto 2020

Redação

Amares é terra de história, tradições, costumes. Berço de António Variações e terra que acolheu Sá de Miranda, Amares é um concelho com um vasto património cultural, que tem na arte de bem receber o seu maior ex-líbris.

Berço de António Variações e terra onde viveu Sá de Miranda, Amares é um concelho com um vasto património cultural, onde se destaca o santuário mariano mais antigo da Península Ibérica: O Santuário de Nossa Senhora da Abadia.


Conta também com dois importantes mosteiros: o Mosteiro de Santa Maria de Bouro e o Mosteiro de Santo André de Rendufe.
 

Também em Amares nasceu o ilustre Grão-Mestre das ordens dos templários, D. Gualdim Pais, personalidade que muito orgulha os filhos de uma terra que tem na arte do bem receber um dos seus maiores ex-líbris.


Amares oferece alguns pontos altos a partir de onde é possível desfrutar de paisagens de cortar a respiração.
 

O ponto mais alto do concelho situa-se no alto de Santa Isabel, com 901 metros de altitude, na freguesia de Santa Marta do Bouro.


No Monte de São Pedro Fins, a 560 metros de altitude, encontra-se um miradouro enquadrado nas montanhas rochosas de Caires e Caldelas, de onde brotam as águas das termas. Dispõe de uma vista panorâmica privilegiada sobre os vales do Homem e da Cávado e da vila de Amares. No cimo do miradouro, fica a Ermida de S. Pedro, pista de parapente e, em dias abertos, vislumbra-se o mar.
 

Porta de entrada para o Parque Nacional da Peneda-Gerês, o cocnelho de Amares é atravessado pela Geira, via romana construída no séc. I, ligando a Bracara Augusta (Braga) à Asturica Augusta (Astorga), em Espanha. Na freguesia de Lago encontramos o Centro Interpretativo da Geira, construído em 2009 no âmbito de um projecto transfronteiriço, e que coloca à disposição dos visitantes uma explicação sobre o caminho romano.


Merece igualmente destaque a Ponte do Porto, também referenciada como Ponte de Prozelo, classificada como Monumento Nacional desde 1910. É uma das marcas mais distintas do concelho.
 

Amares destaca-se também pela sua gastronomia típica. As papas de sarrabulho são o mote para um grande festival gastronómico que se realiza na altura do Carnaval, época do ano que os amarenses festejam como ninguém.


O fruto mais famoso da terra é a laranja de Amares. De casca fina, esta laranja é um símbolo do concelho, podendo ser saboreada ao natural ou servindo de ingrediente para muitos produtos.


Também é em Amares que se produzem alguns dos melhores vinhos verdes no mercado. Inúmeras vezes premiados em concursos nacionais e internacionais, os vinhos de Amares distinguem-se pelas suas características singulares e condições exclusivas que o microclima do concelho tem para potenciar a sua produção.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho