Braga, quarta-feira

Anadia vence Beira-Mar e segue em frente na Taça

Desporto

24 Novembro 2019

Redação

O Anadia recebeu e venceu hoje o Beira-Mar por 2-1, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, vingando-se da derrota pelos mesmos números sofrida há duas semanas em casa do adversário, para o Campeonato de Portugal.

O Anadia recebeu e venceu hoje o Beira-Mar por 2-1, em jogo da quarta eliminatória da Taça de Portugal em futebol, vingando-se da derrota pelos mesmos números sofrida há duas semanas em casa do adversário, para o Campeonato de Portugal.

A formação bairradina, que no sábado à noite comemorou o 93.º aniversário, adiantou-se no marcador aos 57 minutos por Tiago Borges, tendo o Beira-Mar empatado aos 61, por Fábio Vieira, de grande penalidade, mas aos 83, Rui Rainho, também de grande penalidade, 'carimbou' a passagem do Anadia à fase seguinte.

A equipa da casa entrou mais forte no jogo, mas o primeiro lance de perigo pertenceu ao Beira-Mar. Aos 11 minutos, Aparício, à entrada da grande área, desferiu um remate que levava a direção da baliza, mas a bola bateu num defesa e saiu para canto.

A resposta foi pronta e na jogada seguinte David Carvalho quase inaugurava o marcador para os locais, aproveitando uma saída em falso do guarda-redes aveirense, mas rematou ao lado.

Os forasteiros equilibraram a partida e podiam ter marcado por duas vezes. Aos 14 minutos, Cícero surgiu isolado frente a Alexandre Verdade, mas rematou por cima da baliza, e, aos 38, Aparício recebeu a bola no coração da área, controlou de cabeça e, frente ao guarda-redes, tentou o chapéu, mas a bola saiu ligeiramente ao lado.

O Anadia voltou a entrar mais forte na segunda parte e Tiago Borges acabou por inaugurar o marcador aos 57 minutos, após uma defesa incompleta de Hugo Carvalheira a remate de Marcelo.

O guardião aveirense deixou a bola à mercê de Tiago Borges, que fez um primeiro remate defendido por Carvalheira, quando já estava no chão, mas à segunda acabou mesmo por colocar a bola no fundo da baliza.

Os festejos duraram pouco tempo, já que um minuto depois Pedro Santos colocou a mão na bola, dentro da grade área do Anadia, após um remate de Cícero, e o árbitro assinalou uma grande penalidade que foi convertida com êxito por Fábio Vieira.

Aos 71 minutos, após a marcação de um livre do lado direito, Garruço cabeceou para o fundo da baliza do Beira-Mar, mas o arbitro não validou o golo por falta sobre o guarda-redes.

Apenas nove minutos depois, nova grande penalidade desta vez favorável ao Anadia, a castigar falta de Rodolfo sobre David Carvalho. Chamado a converter o castigo máximo, Rui Rainho não perdoou e colocou os locais de novo em vantagem.

Até ao final do jogo, o Beira-Mar tentou chegar à igualdade para forçar o prolongamento, mas o resultado não se alterou.

 

Jogo no Estádio Municipal de Anadia.

Anadia - Beira-Mar, 2-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Tiago Borges, 57 minutos.

1-1, Fábio Vieira, 61 (grande penalidade).

2-1, Rui Rainho, 83 (grande penalidade).

 

Equipas:

- Anadia: Alexandre Verdade, David Carvalho, Rúben Silvestre, Pedro Santos, Rui Rainho, Diogo Pereira, Manuel Garruço, Pedro Lagoa, Leandro Vieira, Tiago Borges (Nádson, 74) e Marcelo Santiago.

(Suplentes: Manuel Gama, Nelson, Miguel Ângelo, Pedro Sancho, Eduardo Pinheiro, Nádson e Pedrinho.

Treinador: Nuno Pedro.

- Beira-Mar: Hugo Carvalheira, João Nogueira (Adson Silva, 78), Edgar, Breda, Rodolfo Simões, Rui Sampaio, Yannick Semedo, Fábio Vieira, Pedro Aparício (Artur, 69), Cícero e Cissé (Dieguinho, 64).

(Suplentes: Gabriel Miotti, Tavares, Artur, Dieguinho, João Caminata, Issak e Adson Silva).

Treinador: Ricardo Sousa.

 

Árbitro: Pedro Ferreira (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Manuel Garruço (30), Leandro Vieira (48), Pedro Santos (59), Rui Rainho (60), Nádson (90), Alexandre Verdade (90+2) e David Carvalho (90+4). Cartão vermelho direto para Manuel Gama (76), Nuno Pedro (após o jogo) e Ricardo Sousa (após o jogo).

Assistência: cerca de 2.700 espetadores.

Deixa o teu comentário