APAF repudia "ofensas" a Hugo Miguel e pede "consequências exemplares"

Desporto

27 Abril 2021

Lusa

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) repudiou hoje as ofensas dirigidas a Hugo Miguel após o encontro Moreirense-FC Porto (1-1), da I Liga, e pediu consequências exemplares ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

“Pedimos ao Conselho de Disciplina consequências exemplares para quem transcende o limite do aceitável. De qualquer pessoa, clube ou divisão. Agiremos, judicialmente, como sempre o fizemos, contra todos os comportamentos impróprios e contra qualquer elemento da arbitragem”, lê-se num comunicado da APAF.
 

No final da partida da 29.ª jornada do campeonato, ainda no relvado, o técnico do FC Porto, Sérgio Conceição, foi expulso após abordar o árbitro Hugo Miguel e a polícia foi chamada para proteger o juiz da partida, numa altura em que o treinador dos ‘dragões’ e outro membro do ‘staff’ do clube estavam visivelmente exaltados.
 

“A APAF repudia os comportamentos e ofensas dirigidas a Hugo Miguel e à sua equipa, após o jogo do Moreirense-FC Porto. O futebol é um jogo de paixões, sem dúvida, no entanto, não deve ser o escudo protetor de comportamentos inapropriados e que coloquem em causa a honorabilidade de outro profissional. O futebol não é uma bolha onde a ameaça, o insulto e a falta de respeito por outro colega seja aceite como normal, muito menos com tanta visibilidade e grandeza”, considerou o organismo liderado por Luciano Gonçalves.
 

A APAF terminou o comunicado mostrando-se esperançada que “a sensação de impunidade não perdure muito mais tempo no futebol português”.

Deixa o teu comentário