Apreensão de 680 kg de bivalves por falta de rastreabilidade em Valença

Regional

07 Julho 2021

Lusa

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu na terça-feira 680 quilogramas de bivalves, em Valença, distrito de Viana do Castelo, por falta de documento que confirmassem a sua origem, informou em comunicado a Guarda.

Com um valor estimado de 7,216 euros, os bivalves seguiam em “dois veículos sem documento de registo e de transporte obrigatórios, o que não permitia determinar a origem dos bivalves, nem se tinham sido cumpridas as normas obrigatórias relativas à rastreabilidade, havendo assim possibilidade de constituírem perigo para a saúde pública”, acrescenta a nota de imprensa.
 

No decurso da ação foram identificados dois homens de 40 e 34 anos, e elaborados os respetivos autos por contraordenação por transporte de espécies bivalves sem garantir a sua rastreabilidade, infração punível com coima máxima de 25 mil euros, lê-se ainda.
 

Informa a GNR que a maioria dos bivalves “tem obrigatoriamente de ser colocada num centro de depuração licenciado para o efeito” e que após este processo “são encaminhados para um centro de expedição para poderem ser colocados à venda no mercado, onde é garantida a qualidade do acondicionamento, da calibragem e da embalagem dos bivalves, evitando a sua contaminação”.

Deixa o teu comentário