Braga, quarta-feira

Associação de Paralisia Cerebral de Braga lança obra de nova sede e inaugura picadeiro

Regional

31 Julho 2020

Lusa

A Associação de Paralisia Cerebral de Braga lançou hoje "simbolicamente" a primeira pedra da "primeira casa própria" e inaugurou um picadeiro próprio que vai permitir "servir mais utentes" da hipoterapia.

Em declarações à Lusa, o presidente da associação, Luís Gonçalves, explicou que as novas valências, situadas na freguesia de Carrazedo-Amares, representam um investimento superior a cinco milhões de euros e que a instituição recorreu a fundos próprios, a "amigos na população" e a um empréstimo bancário.
 

Até agora, os cerca de 100 utentes da associação que recorriam à hipoterapia tinham que o fazer no regimento de Cavalaria nº6, em Braga, o que, segundo explicou o responsável, "trazia muitas condicionantes, porque os trabalhos estavam sempre dependentes do próprio funcionamento do quartel.
 

"Agora vamos ter mais autonomia, podemos, no futuro, alargar o uso do picadeiro à população em geral e temos uma novidade que no Regimento não tínhamos. Aqui vamos ter um hipo-transfer, essencial para que alguns utentes possam subir para os cavalos e assim temos a possibilidade de alargar a terapia a mais pessoas", explicou o responsável.
 

Com cerce de 500 associados e a servir a parte Norte do distrito, a Associação de Paralisia Cerebral de Braga está a funcionar atualmente no centro da cidade bracarense: "Estamos a funcionar em instalações alugadas, esta vai ser a nossa primeira casa própria", referiu Luís Gonçalves.
 

"O Picadeiro teve um custo perto de 500 mil euros e foi financiado totalmente por nós. Já a sede está projetada para 5 milhões de euros. Uma parte será financiada por nós, outra por amigos na população e uma terceira por um empréstimo bancário sem o qual não poderíamos fazer uma obra desta envergadura", definiu.
 

A nova sede da Associação de Paralisia Cerebral de Braga "deve estar pronta em março de 2021, tendo tido já alguns atrasos por causa da situação pandémica que atravessamos".
 

Quanto ao Picadeiro está já pronto a funcionar e está equipado com dois cavalos, tendo possibilidade de alojar até oito animais, uma sala de arreios, uma sala de formação, uma sala para o treinador e uma bancada com 120 lugares.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho