Braga, segunda-feira

Autarcas de Vizela fazem apelo ao voto no referendo ao feriado municipal

Regional

13 Fevereiro 2020

Lusa

Eleitores de Vizela são chamados a referendo local no dia 29 de Março. Consulta popular decide a manutenção ou não do feriado a 12 de Março.

Os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Vizela apelaram à participação dos 21 298 eleitores do concelho no referendo local agendado para 29 de Março para decidir a data do feriado municipal. Vítor Hugo Salgado e Fernando Carvalho desejaram uma votação muito expressiva na consulta popular numa sessão de apresentação do referendo realizada ontem na Casa do Povo de Vizela, na presença de muitos autarcas e representantes de forças sociais do concelho.


No referendo, já aprovado pelo Tribunal Constitucional, os vizelenses são convidados a dizer ‘sim’ ou ‘não’ à pergunta: ‘Concorda em manter a data do feriado municipal de Vizela no dia 19 de Março em vez de a alterar para o dia 11 de Julho”.
 

O presidente da Câmara Municipal de Vizela esclareceu que, qualquer que seja o nível de participação no referendo de 29 de Março, o sentido da votação será assumido pelos órgãos municipais.


“A decisão será vinculativa, independentemente do resultado mais ou menos significativo”, esclareceu.


Vítor Hugo Salgado afirmou também que o referendo local, sendo uma promessa eleitoral sua nas últimas eleições autárquicas, “já poderia ter acontecido no passado”, atendendo ao debate que a questão da data do feriado municipal tem suscitado na sociedade vizelense.
 

Com o referendo, os vizelenses decidem se mantêm o 19 de Março, data de restauração do concelho, como feriado municipal, ou se o passam a celebrar a 11 de Julho, data em que festejam S.?Bento das Peras, padroeiro do concelho.


O presidente da Câmara Municipal explicou que o referendo local decorrerá nos mesmos moldes de um acto eleitoral normal, estando programado o funcionamento de 23 mesas de voto distribuídas pelas freguesias do concelho. O voto antecipado é permitido para as situações previstas na lei.


Na sessão realizada na Casa do Povo de Vizela, Vítor Hugo Salgado enfatizou que o referendo municipal “é uma proposta da coligação” que governa a Câmara Municipal formada pelo movimento ‘Vizela Sempre’ e pela coligação ‘Vizela para Todos’, apesar do voto favorável que a mesma recebeu dos vereadores do PS no executivo municipal.

Deixa o teu comentário