Banda bracarense The Silent Box à conquista dos palcos do mundo

Diversos

02 Fevereiro 2021

Redação

É no rock que a banda bracarense The Silent Box quer fazer história. Com vários trabalhos já lançados nas várias plataformas digitais musicais como é disso, exemplo, o single Rope, a banda tem como ambição lançar o seu primeiro álbum ainda este ano.

Chamam-se ‘The Silent Box’ e querem afirmar-se no rock português e conquistar os palcos do mundo. A banda de rock bracarense, que sonha actuar no palco da Noite Branca de Braga, pretende lançar o primeiro álbum este ano, onde estarão incluídos os singles, já lançados, ‘Rope’ e ‘Hold On’.


A banda ‘Silent Box’ reúne seis jovens amigos bracarenses, todos na ‘casa’ dos 20 anos, que partilham a mesma paixão pela música e pela intervenção artística. É em inglês e ao som do rock que João Rangel Pereira (voz); Eduardo Semanas (guitarra solo), André Sales (guitarra ritmo), Diogo Soares (baixo), João Oehen (bateria) e André Semanas (teclado) prometem fazer a diferença no panorama musical nacional e internacional.
 

 Led Zeppelin, Pink Floyd e bandas mais recentes como Artic Monkeys, King Gizzard and The Lizard Wizard e Black Keys são algumas das influências artísticas da banda bracarense, que ‘bebe’ em todos os estilos, mas que se quer afirmar em nome próprio.


O baterista da banda, João Oehen, confessa o “entusiasmo”, mas também o “trabalho árduo” que o grupo tem vindo a fazer para mostrar o que vale. Um trabalho que já tem alguns anos de experiência a tocar juntos, embora só se tenha materializado depois da formação oficial, em 2018, quando gravaram o seu primeiro EP, intitulado ‘INTRO’. Foi neste ano que participaram também no Festival de Música ‘Braga Sounds Better’ - uma iniciativa que surgiu do Orçamento Participativo da Câmara Municipal de Braga - repetindo a presença no ano seguinte.
 

 “O nosso primeiro EP ‘INTRO’, que acabou por ser lançado em 2019, inclui cinco músicas nossas de cariz mais sentimental e romântico e que falam, essencialmente, de relacionamentos”, indica o músico, referindo que os trabalhos da banda podem ser encontrados nas várias plataformas digitais, desde o Spotify, Youtube, Apple Music, Facebook e Instagram.


O ano de 2019 foi sobretudo para os ‘The Silent Box’ darem a conhecer um pouco mais da sua música, actuando em alguns dos espaços e musicais da cidade além do Festival Braga Sounds Better, como o espaço ‘TOCA’ da Synergia, a discoteca ‘Lustre’ e festas académicas da Universidade do Minho como o ‘Enterro da Gata’. Foi também em 2019 que a banda de rock venceu o Concurso de Bandas do Avante, promovido pela Juventude Comunista Portuguesa, tendo como prémio a actuação no evento.


Apesar da pandemia de Covid-19, a banda de rock não baixou os braços e tem estado a trabalhar na gravação e lançamento de novos singles entre os quais ‘Hold On’, ‘Rope’ e ‘Apathic Insomnia’ - temas que entrarão no primeiro álbum, que os ‘The Silent Box’ pretendem vir a lançar este ano, ainda antes do Verão, com o apoio da Poison Studio.

 Diferente da sonoridade do primeiro EP, as novas composições que serão incluídas neste primeiro álbum da banda de rock bracarense reflectem a sociedade de hoje e o modo como os jovens habitam nela, a partir de um estilo musical mais progressivo.


“São temas mais introspectivos, relacionados à personalidade de cada um, reflectindo um pouco sobre a pressão social e económica que os jovens sofrem na sociedade de hoje e que os leva muitas vezes à depressão. Nós queremos dar-lhes uma lado positivo da vida, de forma a que lidem com os seus problemas e que dêem a volta, usando a música como inspiração”, refere o músico.


Neste primeiro álbum, os bracarenses ‘The Silent Box’ vêem a oportunidade de crescer e de fazer chegar a sua música “ainda mais longe”.

Deixa o teu comentário