Braga, quarta-feira

Barcelos apresentou investimento de 75 milhões para a mobilidade sustentável

Regional

03 Junho 2021

Redação

Hoje, no Dia Mundial da Bicicleta, o Município de Barcelos anunciou um investimento de 75 milhões de euros na mobilidade, a aplicar nos próximos quatro anos.

Hoje, no Dia Mundial da Bicicleta, o Município de Barcelos anunciou um investimento de 75 milhões de euros na mobilidade, a aplicar nos próximos quatro anos.

O anúncio foi feito por Miguel Costa Gomes, Presidente da Câmara Municipal de Barcelos, que classificou este investimento como "o maior de sempre do concelho na área da mobilidade". O objetivo é induzir uma "revolução na mobilidade assente em três pilares fundamentais: mais fluidez no trânsito, mais descarbonização e uma maior qualidade de vida da população".

"Apresentamos hoje o Tuba, um projeto que oferece mais opções de transporte e percursos, estimulando o desenvolvimento económico, cultural e ambiental do concelho. Neste novo puzzle da mobilidade sustentável, Barcelos vai encaixando todas as peças entre si numa abordagem complementar e integradora: Barcelos Bus; Serviço de bicicletas partilhadas; Transporte público flexível;  Rede de ciclovias; Ecovia do Cávado e do Homem; e Melhoria das condições operacionais e de rebatimento do transporte público".

Presente nesta apresentação pública, Eduardo Pinheiro, Secretário de Estado da Mobilidade, defendeu: "Hoje em dia temos vários desafios pela frente, nomeadamente ambientais. As alterações climáticas já não são a discussão, a discussão deve estar centrada em como fazer e com que rapidez fazer, para alcançar a neutralidade carbónica em Portugal até 2050. Temos que pedalar rápido para atingir esta meta. Esta ação tem que ser concertada e tem de acontecer a vários níveis. A bicicleta tem de assumir um papel mais importante na mobilidade. Esta aposta tem que ser complementar à utilização dos transportes públicos, por isso este investimento de Barcelos é importante e corajoso".

Projeto Mobilidade de Barcelos - Ações

•    Plano de Mobilidade Urbana Sustentável (PMUS) de Barcelos;
•    Rede de Transporte Rodoviário Regular de Passageiros;
•    Nova rede urbana de ciclovias em Barcelos – ciclovia circular - rede ciclável urbana segura;
•    Melhoria das condições operacionais e de rebatimento entre modos de transporte em Barcelos;
•    Políticas de gestão do estacionamento dentro da cidade para uma melhor qualidade de vida na cidade;
•    Projeto de criação de identidade, sistema de sinalética e comunicação para a mobilidade em Barcelos – filosofia de mobilidade urbana integrada;
•    Remodelação do espaço pedonal da cidade, reforçando a segurança dos peões com a instalação "passadeiras inteligentes";
•    Plano de apoio à mobilidade elétrica: 10 postos de carregamento para veículos elétricos;
•    Eletrificação da linha ferroviária ;
•    Centro Intermodal de Barcelos – acesso rodoviário à gare ferroviária e à central de camionagem;
•    Conclusão da circular de Barcelos (nó de Santa Eugénia);
•    Revisão do projeto referente à variante à END306 para uma melhor fluidez de tráfego;
•    Plano de pormenor do centro hospitalar de Barcelos e variante à ER204;
•    Programa de supressão e requalificação de 12 passagens de nível (PN) no concelho de Barcelos;
•    Aposta na sensorização e inteligência da cidade de Barcelos.

A apresentação deste investimento decorreu na sessão de abertura do 17º Congresso Ibérico "A Bicicleta e a Cidade", no qual, a partir de hoje e até sábado, mais de 50 oradores internacionais debatem o tema "A era da infraestrutura".

Deixa o teu comentário