Belenenses SAD quer vencer no Minho para colar-se ao Moreirense - Petit

Desporto

28 Fevereiro 2021

Lusa

O treinador Petit disse que conquistar os três pontos diante do Moreirense é o principal o objetivo do Belenenses SAD, para escalar umas posições na I Liga de futebol e colarem-se aos minhotos.

O treinador Petit disse que conquistar os três pontos diante do Moreirense é o principal o objetivo do Belenenses SAD, para escalar umas posições na I Liga de futebol e colarem-se aos minhotos.

O treinador, que falava em conferência de imprensa de antevisão ao encontro com a equipa de Moreira de Cónegos, reconhece que o adversário tem “muita qualidade e que se reforçou muito bem no mercado de janeiro”, motivo pelo qual reconhece que será um embate difícil.

“Queremos dar seguimento ao que temos feito em termos de resultados e em termos de exibições. Temos vontade e determinação. O Moreirense tem feito bons resultados em casa, tem sido uma equipa difícil. Queremos ir buscar uma vitória fora porque só temos uma, contra o Vitória de Guimarães (1-0). Ganhando em Moreira de Cónegos ficamos a um ponto do Moreirense”, afirmou.

Para Petit o facto de a equipa ter o pior ataque da I Liga, com 11 golos, é algo que necessita de ser melhorado até porque consegue criar situações para fazer golos.

“É a realidade. Só temos um golo fora de casa. Muitas vezes dizem que somos uma equipa muito defensiva, uma equipa de transição. Criamos muitas situações, mas não concretizamos. Não temos a felicidade de estarmos a fazer golos. Falta-nos algum discernimento no último passe e na finalização. Se melhorarmos neste contexto acredito que podemos fazer mais pontos”, disse.

Mas se no capítulo ofensivo existe esta lacuna, no defensivo, o Belenenses SAD é a segunda melhor defesa do campeonato, com 16 golos sofridos, apenas ultrapassados pelo líder Sporting, com 10.

“Somos a segunda equipa com menos golos na I Liga e uma das melhores da Europa. Quando na época passada cheguei aqui, em janeiro, éramos uma das equipas com mais golos sofridos. Terminamos com 54 golos sofridos. Costumo dizer que uma equipa se constrói por trás. Esta temporada quisemos dar esta consistência. Se não sofrermos golos estamos mais perto de marcar. Nas situações de golos que criámos temos de as concretizar. Falta-nos um pouco de sorte. Fico satisfeito porque estamos a defender muito bem”, realçou.

As recentes reclamações dos adversários em relação ao relvado do Estádio do Jamor, em Oeiras, mereceram a apreciação de Petit, que garante que o Belenenses SAD encontra as mesmas dificuldades à quais acresce o facto do campo de treino (campo número 3 do Complexo do Jamor) não permitir trabalhar aspetos como a intensidade e velocidade.

“Tem sido muito difícil trabalharmos no Estádio Nacional enquanto as outras equipas trabalham nos seus estádios onde a qualidade do relvado é boa, permite os jogadores conhecerem melhor a própria casa. As equipas vêm aqui e queixam-se do relvado, mas nós também nos queixamos. Não conseguimos trabalhar a intensidade. Temos essa dificuldade quando jogamos fora e apanhamos relvados bons, onde a bola circula mais rápida e a qualidade do passe é diferente. Nos primeiros minutos de jogo estamos sempre a adaptar-nos. Tentamos não arranjar desculpas e meter intensidade no jogo” concluiu.

O Belenenses, 10.º classificado da I liga, com 21 pontos, em igualdade com Nacional e Tondela, defronta esta segunda-feira em Moreira de Cónego, às 20:15 horas, o Moreirense, oitavo, com 25, em jogo da 21.ª jornada que será arbitrado por João Bento, da associação de futebol de Santarém.

Deixa o teu comentário