Braga, sábado

Bracarenses desejam mais saúde e maiores rendimentos no novo ano

Regional

03 Janeiro 2021

Redação

Munícipes saíram à rua ontem de manhã, para comprar bens em saldo ou trocar prendas nas lojas do centro da cidade e desejaram que a pandemia da Covid-19 se vá embora rapidamente e que haja mais dinheiro no bolso das pessoas em 2021.

Mais saúde, o fim da pandemia causada pela Covid-19 e mais dinheiro no bolso, que é como quem diz, mais rendimentos, foram os desejos expressados ontem pelos bracarenses para o ano que agora está a começar.

Ontem de manha eram milhares as pessoas que circulavam pelas principais ruas do centro da cidade, atraídas pelos saldos das lojas (grande parte superior as 50 por cento) ou para trocar algumas das prendas de Natal.

Todos os entrevistados foram unânimes em desejar que a Covid-19 se vá embora o mais rápido possível.

“Tudo o que mais pretendo é que haja um remédio santo para eliminar de vez a Covid-19. A vacina já aí anda mas é bom que esta pandemia vá embora de vez e rápido”, desejou Álvaro Fonseca.

O bracarense acrescentou que além do fim da pandemia, “o que mais importa é que haja saúde para todos, que é o que eu mais desejo”.

Opinião idêntica tem António Gomes, também ele residente em Braga.

“O que eu mais desejo este ano é que esta pandemia que estamos a viver seja completamente debelada. Também desejo que todos, incluindo eu e a minha família e amigos, tenham muita saúde durante este ano. Se conseguirmos isso já me dou por muito feliz”, apontou António Gomes.

Vítor Palha também desejou que 2021 traga o fim da pandemia. “Sem dúvida nenhuma que o meu grande desejo para este ano que está a começar era que a pandemia fosse embora de vez. De resto desejo que a minha empresa tenha mais sucesso, porque este ano que passou (2020) foi muito sacrificada”.

Também o empresário Raúl Bastos desejou que “2021 traga mais sucesso para as empresas, porque isso significa mais sucesso para a economia e mais rendimentos para as famílias, que bem precisam.”
Maria dos Anjos Alves afirmou que é muito difícil fazer um desejo para 2021, porque “há muita coisa de que precisamos. Há muitos sonhos a realizar.

A saúde será, certamente, o mais necessário “porque sem ela não conseguimos nada. Se tivermos saúde, tudo o resto se consegue. Há que acreditar em dias melhores e eu acredito”, disse a bracarense.

Deixa o teu comentário