Braga, sexta-feira

Braga atinge taxa de incidência para avançar no desconfinamento

Regional

27 Junho 2021

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Entre 11 e 24 de Junho (14 dias), o concelho de Braga registou uma incidência cumulativa de 117 casos por 100 mil habitantes, ligeiramente abaixo da linha vermelha que trava o desconfinamento.

A taxa de incidência de novos casos de Covid-19 no concelho desceu e coloca Braga abaixo dos 120 casos por 100 mil habitantes a 14 dias, a linha que define os concelhos que avançam ou não no processo de desconfinamento. De acordo com a informação divulgada pela autoridade saúde local ao Município de Braga, o concelho, no período entre 11 e 24 de Junho (14 dias) registou uma taxa de incidência de 117 casos por 100 mil habitantes. Apesar de ainda estar muito perto da linha vermelha dos 120 casos por 100 mil habitantes, a manter-se a tendência Braga poderá avançar para a fase de desconfinamento onde se encontram os restantes concelhos minhotos e grande parte do país. Recorde-se que Braga está na fase de descofinamento de 1 de Maio, depois de o concelho ter ficado “retido” duas vezes no avançar do desconfinamento.
 

Relativamente à situação epidemiológica, anteontem ao final do dia o concelho contabilizava um total de 17.597 casos de Covid-19, mais 86 novos casos do que no mesmo dia da semana anterior.


Os casos activos (pessoas actualmente infectadas) são agora 195, menos 32 face a sexta-feira da semana passada.


Em vigilância activa, por terem tido contacto de rico com alguém infectado, estão agora 638 pessoas (número engloba contactos na comunidade e em meio escolar). São menos 218 numa semana.
 

 O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, tem realçado que a situação do concelho em termos de Covid-19 “não é dramática” e defende que se justificava uma maior flexibilidade na matriz do desconfinamento, a bem da actividade económica. O edil realça que o número de casos não representa uma ameaça em termos de saúde pública e da capacidade de resposta das unidades de saúde. Alerta, porém, que é necessário continuara cumprir rigorosamente as medidas de prevenção do contágio, nomeadamente a utilização da máscara, desinfecção de mãos e distanciamento social.

Deixa o teu comentário