Braga, sexta-feira

Braga distingue treinadores que conquistaram títulos e inclui Domingos Paciência

Desporto

15 Janeiro 2021

Redação

O treinador Domingos Paciência integra a lista de treinadores distinguidos pelo Sporting Clube de Braga com o prémio "Guerreiro reconhecimento centenário", atribuído a todos os que conquistaram títulos no futebol e aos que mais venceram nas modalidades.

O treinador Domingos Paciência integra a lista de treinadores distinguidos pelo Sporting Clube de Braga com o prémio "Guerreiro reconhecimento centenário", atribuído a todos os que conquistaram títulos no futebol e aos que mais venceram nas modalidades.

O Sporting de Braga completa na terça-feira 100 anos e criou, este ano, o prémio "Guerreiro reconhecimento centenário" no âmbito dos galardões 'Legião de Ouro' 2020, que atribuiu na habitual gala, mas que não vai decorrer publicamente por causa da pandemia de covid-19.

O prémio visa distinguir todos os treinadores que, ao longo dos últimos 100 anos, conquistaram títulos nacionais e internacionais no futebol (masculino e feminino da primeira divisão), como também os técnicos com mais títulos nacionais e internacionais conquistados em cada uma das modalidades do clube.

A curiosidade vai para a inclusão na lista de Domingos Paciência, que não ganhou qualquer título, mas disputou a final da Liga Europa, em 2010/11, diante do FC Porto (que perdeu por 1-0) e ficou em segundo lugar na época anterior, disputando o título até ao fim com o Benfica.

"Apesar de não ter conquistado títulos nacionais ou internacionais, o percurso de Domingos Paciência na história do Sporting Clube de Braga não poderia passar sem este reconhecimento", detalham os 'arsenalistas'.

Nesta lista, constam Manuel Palmeira, Hilário Conceição, Carlos Baptista, Jorge Jesus, Domingos Paciência, José Peseiro, Pedro Duarte, Paulo Fonseca, Miguel Santos, Rúben Amorim (todos do futebol), Sameiro Araújo (atletismo), Luís Marta (boccia), João Roque (bilhar), Joaquim Peixoto (taekwondo), Bruno Torres (futebol de praia) e José Borges (natação).

O internacional português Paulinho, máximo goleador da equipa na época passada, foi considerado o futebolista do ano e o recentemente sagrado campeão europeu de taekwondo na categoria 80 kg, Júlio Ferreira, o atleta do ano.

Luís Cameira (natação) venceu o prémio do treinador do ano e o defesa-central David Carmo o de atleta revelação.

O prémio de 'Guerreiro Ouro e Mérito" foi para o Hospital de Braga e seus profissionais de saúde e o de 'Guerreiro de Honra' para os sócios do clube que, desde março do ano passado, se viram afastados das bancadas dos recintos desportivos por causa da pandemia de covid-19.

Devido à situação pandémica, a entrega dos galardões 'Legião de Ouro' 2020 foi adiada para a segunda quinzena de fevereiro, em data a determinar.

Deixa o teu comentário