Braga, segunda-feira

Calum Scott leva Braga no coração e espera voltar para conhecer cidade

Regional

16 Dezembro 2019

Redação

O cantor e compositor britânico partilhou a sua história de vida que se encontra espelhada nas suas músicas que são um espécie de diário pessoal do artista. Uma noite de emoções que fez vibrar o público bracarense no Dream Music Fest.

Foi com “Braga no coração” que Calum Scott se despediu anteontem do público que o aplaudiu, efusivamente, no concerto que juntou Carolina Deslandes, Gavin James e Calum Scott no Altice Forum Braga.
Emocionou-se, várias vezes, com a atitude do público bracarense e neste “turbilhão de emoções” subiu ao palco com bandeira portuguesa na mão para dizer “o quanto gosta de Portugal e dos portugueses”, sendo que esta foi a terceira vez no nosso país.

Três anos depois do programa televisivo ‘Britain Got Talent’ que o colocou o palco mundial, Calum Scott contou ao ‘Correio do Minho’ que se “sente muito grato, honrado e ainda muito entusiasmado com todo este sucesso”, confessando que está a prepara um segundo álbum que ainda não tem nome.

O cantor e compositor britânico afirmou que as suas músicas são uma espécie de diário pessoal que partilha com o mundo. “Reflecte os sentimentos de um ser humano e faço-o de uma forma natural e honesta com o público”, contou o cantor britânico.

Pela terceira vez em Portugal, Calum Scott partilhou a “relação especial e a conexão que tem com o público português”.

O artista actuou em Braga, mas devido à limitação de tempo, não teve tempo para conhecer a cidade que espera voltar um dia, mas “como turista”.

O cantor partilhou alguns momentos marcantes nesta sua curta carreira. Um desses momentos foi a canção com Ivete Sangalo nos Jogos Paralímpicos no Brasil. “Foi uma loucura! Fui convidado para cantar com a Ivete Sangalo que é uma lenda no Brasil e uma pessoa incrível. Espero, em breve, poder voltar a estar com ela e com as gémeas”, gracejou o cantor e compositor britânico.

Deixa o teu comentário