Braga, terça-feira

Câmara de Cabeceiras de Basto recolheu mais de 22 toneladas de lixeiras ilegais

Regional

22 Dezembro 2020

Lusa

A câmara de Cabeceiras de Basto recolheu desde o início do ano cerca de 32 toneladas de resíduos de "múltiplas características e dimensões" de lixeiras clandestinas referenciadas, permitindo "a melhoria da qualidade ambiental e paisagística".

Em comunicado publicado na sua página da internet, a autarquia faz saber que esta foi uma "ação planeada e coordenada pelos serviços municipais da Divisão de Ambiente e Salubridade com o objetivo de intervir nos locais mais afetados pela deposição clandestina de resíduos de grandes dimensões".
 

"Caso queiram depositar diretamente no Centro de Recolha de Monos, existente nas instalações das futuras Oficinas Municipais, na Ranha, podem fazê-lo entre as 08.30 e as 13.30 nos dias úteis", aponta a autarquia.

Deixa o teu comentário