Braga, sexta-feira

Câmara de Vila Verde lança concurso para requalificar 'Trilhos de Nóbrega'

Regional

20 Outubro 2020

Redação

A Câmara de Vila Verde lançou o concurso público para a execução da empreitada dos "Trilhos de Nóbrega", um investimento de 150 mil euros que visa proteger os caminhos e incentivar a prática de montanhismo, anunciou hoje a autarquia.

A Câmara de Vila Verde lançou o concurso público para a execução da empreitada dos "Trilhos de Nóbrega", um investimento de 150 mil euros que visa proteger os caminhos e incentivar a prática de montanhismo, anunciou hoje a autarquia.

Em comunicado, aquela autarquia do distrito de Braga esclarece que o valor total da obra será de 158.621,28 euros e "contempla a requalificação de trilhos" que percorrem a freguesia de Aboim da Nóbrega e Valdreu.

Segundo a autarquia, esta obra é o "pontapé de saída para uma estratégia global e integrada de reabilitação e ampliação de percursos pedestres municipais de relevante interesse turístico para o concelho e para a região" onde se inserem.

A intervenção prevê a "definição de novos traçados, reabilitação e/ou reabertura de troços existentes, regularização do piso, limpeza de vegetação e estabelecimento de uma sinalética robusta homologada pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP)".

O projeto, "além do incentivo ao turismo e à prática de montanhismo, visa ainda a proteção e preservação do meio ambiente, propiciando a manutenção e proteção dos bosquetes autóctones, salvaguardando a regeneração natural e potenciando, assim, a conservação dos solos, a redução da erosão e o risco de incêndios florestais".

"O concelho de Vila Verde, pela riqueza do seu património natural e edificado, reúne um conjunto de características muito peculiares que se impõe potenciar para que a atividade turística conheça um ainda maior dinamismo", aponta, no texto, o presidente da autarquia, António Vilela.

Segundo o autarca, "a aposta nas potencialidades do Património Natural é uma prioridade estratégica do desenvolvimento local, alicerçada na valorização das potencialidades endógenas do território concelhio".

António Vilela dá ainda conta que esta obra surge num "contexto de um conjunto de investimentos" a realizar no plano Municipal de mobilidade sustentável e trilhos, “nomeadamente em ciclovias e troços da Ecovia Homem-Cávado, que permitem a fruição de elementos naturais verdadeiramente idílicos”.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho