Braga, quarta-feira

Câmara garante que foco de infeção em conserveira de Vila do Conde está controlado

Regional

06 Julho 2020

Redação

O foco de covid-19 que surgiu numa fábrica de conservas de Vila do Conde, distrito do Porto, e infetou 17 pessoas, "está controlado", considerou hoje a presidente da câmara municipal local.

O foco de covid-19 que surgiu numa fábrica de conservas de Vila do Conde, distrito do Porto, e infetou 17 pessoas, "está controlado", considerou hoje a presidente da câmara municipal local.

Elisa Ferraz revelou à agência Lusa que, em comparação com a última atualização, feita sexta-feira, o número de infetados "não subiu", mas continua a vincar que "a precaução tem de ser a palavra chave neste momento".

"A situação continua controlada, embora com as reservas que todos temos de ter relativamente a este assunto. Neste momento, a palavra chave é prevenção, porque este vírus não vai de 'férias'. Todas as precauções continuam em vigor", disse a autarca vila-condense.

A presidente da câmara garantiu estar "em contacto permanente com a empresa e as autoridades de saúde locais", garantindo que "não foram reveladas alterações em relação ao número de infetados" e que a empresa "continua a laborar com todas medidas preventivas exigidas".

"Todo o processo continua a ser monitorizado. Já transmiti uma mensagem de tranquilidade a outras empresas e instituições onde trabalham familiares dos funcionários da fábrica, lembrando que temos de lidar com precaução, mas que todos nós, no dia à dia, estamos sujeitos a estar expostos ao vírus", vincou Elisa Ferraz.

O foco de covid-19 que surgiu na fábrica de conservas Gencoal, situada em Caxinas, Vila do Conde, que se dedica a produção e exportação de conservas de sardinha, cavala e salmão, infetou 17 pessoas, entre funcionários e familiares, residentes nos concelhos Vila do Conde e Póvoa de Varzim.

Destes casos, quatro foram detetados em crianças num infantário da cidade vizinha da Póvoa de Varzim, frequentado por um filho de uma funcionária da empresa, que também testou positivo.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho