Braga, quarta-feira

Câmara Municipal e IPVC aliam-se a instituições para tornar Viana do Castelo mais acessível

Regional

30 Junho 2021

Redação

O projeto começou a ser desenvolvido há mais de dois anos com a colaboração da Câmara Municipal e entidades como a ACAPO, Íris Inclusiva, Fundação AMA, Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) e Associação de Paralisia Cerebral Viana do Castelo (APCVC).

Alunos e docentes da Escola Inclusiva do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, em parceria com a Câmara Municipal de Viana do Castelo, desenvolveram uma APP que visa facilitar a mobilidade para pessoas com mobilidade condicionada ou reduzida, de forma permanente ou temporária. O projeto, lançado oficialmente ontem, permite que um segmento de pessoas com mobilidade condicionada possa aceder, através de percursos otimizados a diversos pontos da cidade, como locais culturais, unidades de saúde, entre outros.


O projeto começou a ser desenvolvido há mais de dois anos com a colaboração da Câmara Municipal e entidades como a ACAPO, Íris Inclusiva, Fundação AMA, Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) e Associação de Paralisia Cerebral Viana do Castelo (APCVC).


Carlota Borges, Vereadora da Câmara Municipal com o pelouro da Ação Social, considera que “tudo aquilo que fazemos deve ser em consonância com o que nos é diariamente reportado”. “Nós temos associações que trabalham connosco diariamente e foi no decorrer de reuniões que surgiu a ideia e foi identificada a necessidade de ser desenvolvido este projeto que só foi possível com a ajuda do Instituto Politécnico de Viana do Castelo”, referiu.


Carlota Borges sublinha a importância do projeto Viana + Acessível uma vez que “vai mexer com a vida de muitas pessoas, para melhor, entre jovens e menos jovens, pessoas que diariamente vão reportando às associações as suas dificuldades e necessidades de movimentação no concelho de Viana do Castelo”. “Nós temos que almejar ter uma sociedade mais igual para todos e se pudermos contribuir com um bocadinho todos os dias para que isso aconteça, é o ideal, e este é um desses projetos que vai fazer com que isso aconteça”, destacou.


A Vice-Presidente do IPVC, Ana Paula Vale, refere que a aplicação disponibiliza “roteiros otimizados” que foram criados depois de uma análise minuciosa das necessidades reportadas pelos utentes das diferentes instituições de apoio ao cidadão com deficiência ou mobilidade reduzida ou condicionada.


Já Sara Paiva, docente do IPVC que, no âmbito da Escola Inclusiva do Politécnico de Viana do Castelo, coordenou o desenvolvimento da aplicação, explica que a app Viana+ Acessível “tem o objetivo de disponibilizar o caminho mais adequado, na cidade de Viana do Castelo, para vários conjuntos de segmentos de pessoas com mobilidade condicionada”.


“A app está suportada num Sistema de Informação Geográfica, mantido pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, que possui a caraterização da adequabilidade de cada rua da cidade para os vários segmentos, a partir do qual é possível depois calcular o caminho mais otimizado da localização atual até um dado destino pretendido. A app, que está disponível para Android e iOS, contou com a colaboração de várias instituições da cidade no levantamento das acessibilidades e com cerca de 10 alunos do IPVC”, indicou.


As diversas entidades que estiveram envolvidas no desenvolvimento da APP Viana + Acessível são unânimes ao considerar que se trata de uma aplicação para toda a gente, uma vez que, “a app pode ser utilizada por quem visita a cidade e precise de uma orientação, assim como por pessoas que fiquem com uma limitação temporária”.
 

Deixa o teu comentário