Braga, sexta-feira

Câmara projeta alargar quartel de sapadores com escola de bombeiros

Regional

09 Junho 2021

Rui Serapicos Rui Serapicos

No 222.º Aniversário da corporação vereador Altino Bessa revela ideias do município para aumentar parque de estacionamento e num piso superior uma escola de bombeiros.

Alargar o parque de estacionamento de viaturas e, num piso superior, instalar uma escola de bombeiros é projecto da Câmara Municipal de Braga em preparação para o quartel dos Bombeiros Sapadores de Braga, confirmou ontem Altino Bessa.

O vereador dos Bombeiros Municipais e da Protecção Civil explicou, ao Correio do Minho durante o 222.º aniversário dos Bombeiros Sapadores de Braga, que nesta fase “há uma necessidade de alargamento para aparcamento de viaturas”.

“A ideia é fazer essa construção já preparada para levar um corpo em cima que nos permita ter aqui uma escola de bombeiros, autorizada e articulada, como tem de ser, com a Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil”, adiantou.

Antes, ao usar da palavra na sessão formal do aniversário da corporação, o autarca lembrou evoluções como a entrada de mulheres na corporação, ou os desafios para os quais “niguém estava preparado” da pandemia Covid-19.

Altino Bessa estimou em mais de 700 mil euros os investimentos que tem previstos, incluindo a instalação de paineis solares equipamentos, além do referidoalargamento do estacionamento.

Um novo veículo de Protecção Multirriscos e Ambiente, que se destina a fazer face a incidentes como os derrames de matérias perigosas, é uma das viaturas que foram ontem, oficialmente, apresentadas no 222.º aniversário dos Bombeiros Sapadores de Braga. Também se apresentaram duas ambulâncias, uma delas nova, duas moto-quatro e ainda um veículo urbano de combate a incêndios.

O comandante da corporação, João Felgueiras, em declarações que prestou aos jornalistas, reconheceu que o município de Braga tem efectuado investimentos no sentido de dotar os Bombeiros Sapadores com mais meios.

Na sua intervenção formal, ao discursar no âmbito do 222.º aniversário daquela organização o comandante lembrou o tempo de pandemia, que coloca aos sapadores desafios com os quais não contavam, de tal modo que em Março de 2020 após fazerem face a um incêndio no Hospital de Braga, dezoito elementos contraíram Covid-19. Desde esse surto, acrescentou, ocorreram na corporação mais cinco casos, mas todos eles com origem no meio familiar.

Segundo João Felgueiras, os Bombeiros Sapadores de Braga contam com 106 profissionais, dos quais 97 são bombeiros.

No aniversário, entre outros convidados estiveram presentes ainda vários representantes da Protecção Civil e Bombeiros Voluntários de Braga, bem como vereadores da oposição na Câmara Municipal.

Deixa o teu comentário