Braga, sexta-feira

Canal de televisão "CMinhoTV" é a nova aposta do grupo Arcada Nova

Regional

08 Julho 2021

Miguel Viana Miguel Viana

Grupo proprietário dos jornais Correio do Minho e Maria da Fonte e da Rádio Antena Minho vai avançar com a criação de um canal de televisão a partir de 1 de Outubro deste ano. O objetivo é criar proximidade com o público.

O grupo Arcada Nova vai avançar com a criação de um canal televisivo a partir do mês de Outubro. O anúncio foi feito por Paulo Monteiro, director da CMinho TV e do jornal Correio do Minho, nas comemorações do 95 anos do jornal bracarense.

Paulo Monteiro garantiu que o novo canal televisivo terá o mesmo projecto “editorial do jornal Correio do Minho e da rádio Antena Minho: a proximidade”.

O projecto ainda está na fase de testes mas vai para o ar logo no ínício do mês de Outubro deste ano.

“Estão a ser feitos muitos testes, estamos a aprender, pois queremos ter tudo pronto para arrancar no dia 1 de Outubro com as primeiras emissões experimentais”, apontou Paulo Monteiro, acrescentando que, “vamos privilegiar a informação, a reportagem, a história e a cultura de todo o Minho e de toda a Galiza. Estamos a trabalhar em inúmeros protocolos e parcerias para que se alcance uma união forte de conteúdos para levar até si o que de melhor há nesta grande região”.

A CMinho TV foi pensada para ser uma televisão de todos e para todos.

“Não será uma televisão igual a muitas outras. Será diferente, até no modo como podemos chegar a casa de todos. Vamos revolucionar na publicidade, nos conteúdos e vamos revolucionar no modo como vamos chegar até si”, prometeu Paulo Monteiro.

O projecto da CMinho TV tem como grande parceiro a empresa tecnológica Portlane.

O CEO da empresa Paulo Silva, destacou que uma das grandes diferenças da CMinho TV vai ser na chegada aos telespectadores através de diferentes meios digitais.

“Vamos conseguir ter acesso à CMinho TV através do telemóvel, ou através da televisão, quando chegamos a um conjunto de canais, carregamos na CMinho TV e, independentemente de onde estivermos, vamos conseguir aceder à CMinho TV. Não só na televisão, mas também em qualquer sítio, na paragem do autocarro, no café. Vai ser um complemento à informação do grupo”, salientou o CEO da Portlane.

Como vantagens do sistema foram apontadas a publicidade ajustada ao estilo do telespectador e a possibilidade de aquisição imediata do produto anunciado. “Com a CMinho TV temos a possibilidade de comprarmos automaticamente o produto. Estamos a ver a emissão e posso comprar logo o produto”, frisou Paulo Silva.

Deixa o teu comentário