Braga, quinta-feira

Carlos Carvalhal espera "reação forte" diante do Marítimo

Desporto

28 Abril 2021

Lusa

O treinador Carlos Carvalhal admitiu hoje que "as derrotas mexem sempre com uma equipa", mas espera uma reação forte do Sporting de Braga no terreno do Marítimo, na quinta-feira, na 30.ª jornada da I Liga de futebol.

O treinador Carlos Carvalhal admitiu hoje que "as derrotas mexem sempre com uma equipa", mas espera uma reação forte do Sporting de Braga no terreno do Marítimo, na quinta-feira, na 30.ª jornada da I Liga de futebol.

Os minhotos vêm de uma derrota caseira diante do líder Sporting (1-0), num jogo em que tiveram superioridade numérica durante quase 80 minutos, enquanto o Marítimo regista duas vitórias consecutivas (e três nas últimas quatro jornadas).

"As derrotas mexem sempre com uma equipa, mas a seguir às poucas que tivemos, a reação foi quase sempre muito boa e é isso que esperamos agora com o Marítimo, uma reação forte. Saímos derrotados [com o Sporting], mas não amachucados, todos nos sentimos frustrados, mas eu vi um jogo em que fomos avassaladores no último terço, a criar oportunidades e a ser manifestamente infelizes no jogo, mas não foi falta de atitude, de correr, de qualidade ou de ambição. Esbarrámos numa organização defensiva forte e num guarda-redes que esteve muito bem", analisou na conferência de imprensa de antevisão.

O treinador disse esperar um Marítimo "em crescendo, que vem de duas vitórias seguidas, que tem bons jogadores e uma boa organização".

"Não esperamos facilidades de forma alguma, o Marítimo tem uma equipa com potencial para agredir qualquer adversário, mas estamos muito focados em nós. Se somarmos uma vitoria, melhoramos a pontuação do ano passado", completou.

Carlos Carvalhal disse compreender a "frustração e as críticas" dos adeptos, mas notou que "quem fala tem que perceber especificamente de futebol".

"Não é possível meter velocidade contra uma linha de cinco, mais uma de quatro. As pessoas querem velocidade, oportunidades de golo, mas a bola tem que circular, e foi isso que fizemos, essa é a nossa matriz", destacou.

O técnico lembrou que, diante do FC Porto, o jogo foi "idêntico" a partir de determinada altura, mas aí os minhotos conseguiram marcar, "o que faz toda a diferença".

Sporting de Braga, quarto classificado, com 58 pontos, e Marítimo, 14.º, com 30, defrontam-se a partir das 20:30 de quinta-feira, no Estádio do Marítimo, no Funchal, num jogo que será arbitrado por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Deixa o teu comentário