Braga, sexta-feira

Carlos Resende de saída do andebol do Benfica

Desporto

06 Maio 2020

Redação

Carlos Resende deixa o comando técnico do andebol do Benfica, confirmou hoje o técnico das 'águias' nas últimas três épocas, em entrevista ao canal de televisão do clube.

Carlos Resende deixa o comando técnico do andebol do Benfica, confirmou hoje o técnico das 'águias' nas últimas três épocas, em entrevista ao canal de televisão do clube.

Com Resende sai o adjunto Pedro Vieira, segundo a BenficaTV, mas a 'revolução' no plantel, de acordo com notícias avançadas pela imprensa desportiva também está na ordem do dia, equacionando-se a saída de vários jogadores.

"Não estávamos nada satisfeitos, o nosso objetivo era terminar a fase regular em primeiro e não conseguimos. Agora iríamos começar a fase final, onde voltaríamos a jogar todos contra todos e julgo que estaria tudo em aberto, sendo que, de facto, até ao momento, o FC Porto tinha conseguido superiorizar-se a todas as equipas", disse Resende, em jeito de balanço de uma época que não vai acabar.

O quadro para a Taça de Portugal também estava "em aberto", depois de uma "vitória robusta em casa do ABC", equipa que eliminou o Benfica na edição anterior. "Estávamos a vir de um bom momento, mas foi interrompido. Por muito importante que seja o desporto, que o é, a nossa saúde é sempre mais importante que isso e há que respeitar a decisão [de cancelar as competições devido à covid-19]", disse.

A nível europeu, impera também alguma desilusão: "Estávamos a fazer uma fase de grupos [da Taça EHF] fantástica, tínhamos quatro vitórias em quatros jogos, perante três equipas que até tinham alguma superioridade teórica, o que demonstrou que tínhamos algum potencial e estávamos esperançados em atingir a final four. Estávamos empenhados em conseguir um resultado de destaque para o Benfica a nível internacional."

Resende alarga a visão para os três anos na Luz e assume que o balanço não é positivo. "Não fomos competentes nas competições nacionais, com exceção da Taça de Portugal e da Supertaça que vencemos. A avaliação que faço não pode ser positiva, pois sempre que uma equipa como o Benfica não ganha, não pode ser bom. Temos de ter a coragem de ter esta autocrítica e dizer que não era este conjunto de resultados que esperava quando aceitei vir trabalhar para o Benfica", disse.

"O Benfica está no caminho certo. E mesmo com a minha saída, quero que continuem a trabalhar para atingir resultados de excelência. Nesse aspeto, estou convencido que o Benfica está a trabalhar para que no futuro consiga resultados que eu não consegui alcançar nestes três anos, e espero que de facto os consigam", finalizou o ainda técnico dos 'encarnados'.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho