Braga, quarta-feira

Carmo, Moura e Iuri sem descanso

Desporto

26 Maio 2021

Ricardo Anselmo

Trio mantém-se às ordens do departamento médico do clube a recuperar das respectivas lesões. Objectivo passa por integrar trabalhos na pré-época. Em etapas distintas no processo de recuperação, mas com objectivo claro de serem reforços para 21/22.

A grande maioria dos atletas da equipa principal já foi libertada para gozar um período de férias após o término de uma época longa e muito desgastantes Mas contam-se algumas excepções, desde logo o trio de atletas que continua a recuperar das respectivas lesões graves.

David Carmo, Francisco Moura e Iuri Medeiros mantêm os respectivos planos de recuperação e vão continuar a comparecer, pelo menos na grande maioria dos dias (gozarão, também eles, um período de férias), na Academia para serem sujeitos ao acompanhamento por parte da equipa médica do clube.

Os três veem com bons olhos a possibilidade de serem incluídos, desde o início ou numa fase mais avançada, nos trabalhos de pré-temporada, embora estejam em patamares distintos de evolução.

O primeiro azarado acabou por ser Francisco Moura que, numa altura em que se vinha afirmando, lesionou-se com gravidade no joelho esquerdo, em Novembro, com um tempo estimado de paragem de seis meses. No final de Junho, Moura já deverá estar operacional.

Seguiu-se Iuri Medeiros, que fez uma rutura de ligamentos no joelho esquerdo num jogo com o Santa Clara, no final de Janeiro. O extremo, que entretanto viu a opção de compra ser accionada por parte do SC Braga, aponta ao regresso para meados de Julho, muito provavelmente já com a pré-temporada em adamento.

Mais tarde, David Carmo, na primeira mão da meia-final da Taça, com o FC Porto, teve uma lesão arrepiante - fractura da tíbia e do perónio -, com um tempo de paragem estimado de quatro meses (até Junho/Julho).

Recuperados na totalidade, os três configurar-se-ão como importantes ‘reforços’ para Carvalhal atacar a próxima época.

Deixa o teu comentário