Braga, sexta-feira

Casos ativos de Covid-19 descem para 238

Regional

16 Junho 2021

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Concelho de Braga registou uma descida do número de casos ativos para 238. Em vigilância estão 1275 pessoas que tiveram contactos de risco.

Desceram para 238 o número de casos ativos de Covid-19 registados no concelho de Braga, de acordo com um ponto de situação epidemiológico efectuado anteontem, ao final do dia. São menos 186 do que na passada sexta-feira.

De acordo com a informação transmitida pela autoridade de saúde pública ao Município, o concelho contabiliza já 17.427 casos confirmados de infecção pelo SARS-CoV-2, dos quais 16.988 estão dados como recuperados.

O número de mortos mantém-se há várias semanas nos 201, apesar do agravamento registado na situação epidemiológica do concelho, que, recorde-se, não avançou no processo de desconfinamento devido à elevada taxa de incidência de novos casos.

Ainda segundo a mesma fonte, ao final do dia de segunda-feira estavam em vigilância activa 1275 pessoas, número que junta os contactos de risco em meio comunitário e em meio escolar.

De realçar também que entre nos dias 11, 12 e 13 foram confirmados um total de 40 novos casos, número inferior ao que se verificava nas últimas semanas.

Entretanto, a evolução da pandemia na região Norte tem estado “muito estabilizada”. Em declarações à agência Lusa, Óscar Felgueiras, matemático especialista em epidemiologia da Universidade do Porto, afirmou que “a situação na região Norte, em particular, tem estado muito estabilizada”.

“No Norte, a incidência tem estado relativamente estabilizada, com 60 casos por 100 mil habitantes durante o último mês e meio”, salientou.

O especialista, que fazia um retrato da actual situação pandémica no país, disse não existir “absolutamente nenhuma evidência de qualquer impacto” na região no decorrer dos festejos da final da Liga dos Campeões, que decorreu em 29 de Maio, no Estádio do Dragão, no Porto.

Já quanto aos festejos da Taça de Portugal em Braga, o especialista afirmou que o máximo do RT foi “atingido precisamente na altura” das comemorações, mas que o impacto foi “pontual”.

“Relativamente à situação de Braga, concretamente, não posso excluir a hipótese de ter havido impacto. Provavelmente pode ter tido algum impacto a nível local, no concelho, mas de uma dimensão que não é comparável e que estabilizou rapidamente”, afirmou.

Deixa o teu comentário