Braga,

Cerca de 200 pessoas resgatadas no Mediterrâneo desde a noite passada

Internacional

02 Novembro 2019

Lusa

Cerca de 200 migrantes foram resgatados no Mediterrâneo por um navio italiano desde a noite passada, quando estavam em situação precária, afirmou hoje o serviço "Alarm Phone", dedicado a ajudar migrantes.

"Entre a noite passada e esta manhã, cerca de 200 pessoas em dificuldades foram salvas e estão agora a bordo da embarcação de bandeira italiana ‘Asso Trenta’, em águas internacionais", lê-se nas páginas do Alarm Phone nas redes sociais.
 

O Alarm Phone pede às autoridades italianas que recolham estas pessoas, que "fugiram da Líbia e não podem regressar, têm de ser levadas para a Europa".
 

Outros 88 migrantes a bordo dum navio da organização não governamental alemã Sea Eye receberam autorização para desembarcar nas próximas horas no porto de Tarento, no sul de Itália, depois de uma semana à espera que Itália, Alemanha, França, Irlanda e Portugal negociassem uma solução.
 

O Ministério da Administração Interna anunciou hoje que Portugal manifestou à Comissão Europeia disponibilidade para acolher até 10 migrantes transportados pelos navios “Ocean Viking” e “Alan Kurdi”.
 

As 15 pessoas salvas na terça-feira passada pelo barco espanhol “Open Arms” foram transferidas para Malta na sexta-feira.
 

No final de setembro, os ministros do Interior da Alemanha, França, Itália e Malta chegaram a acordo na capital maltesa para receber os migrantes resgatados por organizações não governamentais no Mediterrâneo central, um pacto a que querem juntar o maior número de países europeus possível.

Deixa o teu comentário