Braga, quarta-feira

CERCI apela à solidariedade para compra de novo autocarro

Regional

08 Abril 2021

Patricia Sousa

Consignação do IRS e venda do livro infantil A Loja dos Brinquedos são as duas acções que a CERCI Braga tem em mãos para angariar verbas para substituir o autocarro da instituição.

A CERCI Braga precisa de um autocarro novo para transportar os utentes do Centro de Actividades Ocupacionais (CAO), uma vez que o actual tem mais de 20 anos e “já apresenta muitas fragilidades e não permite prestar o serviço com a qualidade pretendida”, justificou a directora técnica do CAO, Tânia Crista. Por isso, a CERCI Braga está a apelar à população para fazer a consignação do IRS e para comprar o livro infantil ‘A Loja dos Brinquedos’ para ajudar a instituição.


Ainda sem qualquer informação sobre a campanha do Pirilampo Mágico, “a principal fonte de receita da instituição”, a CERCI Braga está a apelar à solidariedade de todos para adquirir um novo autocarro para a instituição.
 

 Tânia Crista apelou à população à consignação do IRS. “A consignação IRS ainda gera algumas dúvidas, a consignação IRS consiste em doar 0,5% do Imposto do Rendimento Sobre Pessoas Singulares liquidado, ou seja, 0,5% do montante cobrado pelo Estado depois de abatidas as deduções à colecta, a uma associação solidária elegível para o efeito”, explicou a directora técnica, referindo que ao consignar 0,5% do seu IRS à Cerci Braga “está a contribui para uma causa social sem que isso represente qualquer custo para si, uma vez que está a doar percentagem do valor que estava destinado ao Estado”.


Outra acção que a CERCI Braga está a promover para conseguir mais fundos para a compra do autocarro é a venda do livro ‘A Loja dos Brinquedos’.


O livro infantil está centrado no “super poder da diferença” e na necessidade de se olhar para a diversidade com entusiasmo. O livro já foi lançado antes do Natal. “Este livro passa uma mensagem muito importante que é a questão de trabalhar a diferença, uma maior aceitação da diferença, não com foco na deficiência, mas na necessária aceitação das pessoas e a verem mais-valias nas diferenças e diversidades e não ver a diferença como algo negativo”, adiantou Tânia Crista, admitindo que este livro pretende ser “um instrumento de trabalho” quer no seio das famílias quer em contexto de jardim-de-infância e 1.º ciclo”.
 

 Neste momento, estão a ser preparados materiais presenciais e digitais para depois, quando for possível, trabalhar junto das escolas. “Estamos disponíveis para ir às escolas com uma contadora de histórias e os nossos clientes e envolver as crianças nesta temática”, adiantou a directora técnica, informando que o livro está à venda on-line no site da instituição, no site do parceiro, a Betweien, e na plataforma Comprar@Braga .


Este projecto junto das escolas “está em suspenso” dadas as circunstâncias actuais, mas o objectivo é, nos próximos meses, “perceber a receptividade das escolas e organizar todo o processo para apresentar aos professores algumas das actividades que são propostas no livro e que podem ser aplicadas no dia a dia no contexto escolar e fazer assim o caminho da aceitação pela diferença”, evidenciou.


O compra do autocarro ascende os 80 mil euros, por isso, a instituição sabe que estas acções “não são suficientes” para angariar a verba necessária, por isso, a CERCI Braga está já a pensar noutras soluções que permitam suportar as despesas.

Deixa o teu comentário