Cerveira investe 1ME para adaptar antigo quartel a espaço de cultura e inovação

Diversos

19 Fevereiro 2021

Lusa

A empreitada de adaptação do antigo quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova der Cerveira a edifício de Cultura e Inovação, no valor de mais de um milhão de euros, vai começar em abril, foi hoje divulgado.

Em comunicado enviado às redações, aquela autarquia do distrito de Viana do Castelo estimou que "a obra esteja totalmente concluída no final deste ano, ou início de 2022".
 

O "investimento total da obra, integrada no Plano de Ação de Regeneração Urbana do concelho, é de 1,2 milhões de euros, com financiamento do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Operacional Norte 2020".
 

O município adianta estarem já em curso "os trabalhos de instalação dos Serviços Municipais de Intervenção Social (SMIS) no rés-do-chão do antigo quartel, localizado à entrada do centro histórico".
 

"A Câmara de Vila Nova de Cerveira já avançou com uma primeira intervenção, dada a necessidade de desocupar os edifícios que atualmente acolhem os SMIS e a Segurança Social para a realização da segunda fase da requalificação global da escola secundária de Vila Nova de Cerveira", especifica a nota.
 

A obra "foi dividida em duas fases, sendo que o concurso público agora adjudicado tem como objetivo recuperar a generalidade do imóvel, de modo a permitir a instalação, ao nível do rés-do-chão, da nova biblioteca municipal e dos serviços da Segurança Social, mantendo o funcionamento independente ou integrado do cineteatro de Cerveira - Marreca Gonçalves e garantindo a polivalência do piso superior para fins culturais, recreativos e de associativismo".
 

"Devido ao mau estado de conservação em que se encontra a generalidade do edifício, a intervenção consiste numa profunda remodelação interior, de modo a definir as novas valências com espaços amplos, além de privilegiar técnicas construtivas adequadas e materiais apropriados para evitar o recurso a equipamentos consumidores de energias não renováveis e dispendiosas", especifica a autarquia.
 

Além da concentração de serviços sociais essenciais num único espaço e de melhor acesso, a reabilitação do antigo quartel vai permitir construir uma nova biblioteca municipal.
 

"Será um espaço mais adequado à realidade atual, em termos de acessibilidade, estética e funcionalidade, libertando o histórico imóvel do Solar dos Castros para preparar uma possível candidatura para acolher o Museu da Bienal de Cerveira, em plena sala de visitas do concelho", afirma o presidente da Câmara, Fernando Nogueira, citado na nota.

Deixa o teu comentário