Braga, quarta-feira

Compras de Natal no comércio de rua dão borla nos parquímetros

Regional

08 Novembro 2020

Redação

Município de Braga, em articulação com os Estacionamentos Urbanos de Braga e a Associação Comercial, articulam medidas de dinamização do comércio tradicional em época natalícia condicionada pela pandemia

Uma “borla” no estacionamento à superfície na cidade de Braga, todos os dias úteis, a partir das 17 horas, e nos sábados do mês de Dezembro. Esta é uma das medidas do Município de Braga para incentivar as compras no comércio tradicional na época natalícia que se avizinha.

O anúncio foi feito, ontem, pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, através da sua página de facebook, numa reacção aos comentários, também nas redes sociais, sobre o investimento municipal de 150 mil euros na iluminação de Natal deste ano que será ligada a 28 de Novembro.

Ricardo Rio justifica a “borla” no estacionamento - que se traduzirá numa fiscalização passiva, ou seja, de não autuação das viaturas que não procedam ao pagamento do estacionamento nos parquímetros geridos pelos Estacionamentos Urbanos de Braga (EUB) - como um estímulo à actividade comercial que será aplicado durante todo o mês de Dezembro.

“Os consumidores poderão assim realizar as suas compras no comércio tradicional sem qualquer custo acrescido no estacionamento” refere o autarca no “post” publicado no facebook, dando conta que a medida é articulado com a empresa municipal de Transportes Urbanos de Braga (TUB) que gere o estacionamento à superfície e a Associação Comercial de Braga (ACB).

O edil bracarense salvaguarda que a fiscalização do estacionamento à superfície se manterá durante o período das 9 às 17 horas, nos dias úteis, incentivando a rotatividade “que o comércio do centro histórico também reclama”.

O Município, em articulação com a ACB e com outros parceiros, está a avaliar outras iniciativas de estímulo à actividade comercial do concelho.

Ricardo Rio revela que ainda estão a ser avaliadas as possibilidades de promover alguma animação, mas descarta, desde já, dado o contexto de pandemia, quaisquer eventos que fomentem o ajuntamento de pessoas.

Este ano, não haverá o programa “Braga é Natal” nos moldes em que os bracarenses e visitantes estavam habituados, mas existe a intenção de promover actividades que ajudem a dinamizar o comércio local, refere o edil, que sublinha que, mesmo o acendimento das luzes, no dia 28 deste mês, não terá a habitual cerimónia.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho