Concerto "Nome de flor" apela à solidariedade para Margarida

Regional

08 Junho 2021

Marlene Cerqueira Marlene Cerqueira

Concerto solidário reverte na íntegra a favor de uma cirurgia e de tratamentos e terapias para Margarida, uma menina que vive com 98% de incapacidade depois de ter sofrido um derrame cerebral.

‘Nome de flor’ é o espectáculo solidário que sobe ao palco amanhã, pelas 21 horas, no Auditório Vita, em Braga. A bilheteira reverte na íntegra a favor da Margarida, uma menina de 16 anos que vive com uma incapacidade de 98% em consequência de uma ruptura de MAV (um derrame cerebral severo por ruptura de malformação arteriovenosa).


Foi a uma semana de completar 13 anos que a vida de Margarida, e da família, mudou por completo. A menina, que que tinha pela frente uma promissora carreira de bailarina, sofreu o derrame severo e ficou com uma incapacidade de 98%. Não se movimenta nem fala; está completamente dependente.


O dinheiro angariado com o espectáculo de amanhã vai ajudar a família a levar Margarida a Espanha para, em Julho, ser submetida a uma cirurgia para atraso do encurtamento de membros. As verbas servem também para ajudar a custear os tratamentos de Margarida, como Fisioterapia, Acupunctura, Terapia da fala, entre outros que contribuem para ajudar a Margarida.


Apesar de estar quase totalmente incapacitada, os que lhe são próximos acreditam que os sorrisos e reacções frequentes da Margarida “dizem-nos que ainda tem muita música no avesso (não fosse ela bailarina desde os três anos!) e queremos trazê-la ao de cima”.


A onda solidária em torno de Margarida deu já origem a uma página no facebook, designada Music’ALMA, onde é possível saber mais sobre este concerto no auditório Vita e outras iniciativas solidárias a favor desta menina.


Em entrevista à rádio Antena Minho, o música Artur Caldeira deixou um apelo “a quem gosta de boa música, quem queira assistir a um concerto ecléctico e descomprometido” para que se associe a esta iniciativa.


Os ingressos custam 7,50 euros e podem ser reservados através do email margaridanomedeflor@gmail.com.


Quem quiser contribuir mas não tiver oportunidade de ir ao espectáculo também pode fazê-lo. Compra o ingresso e terá o seu nome escrito numa das cadeiras que, por força das medidas de combate à pandemia têm de ficar livres para garantir o distanciamento social.


“Todos podem ajudar”, apela o conceituado músico bracarense, que explicou que as verbas vão ajudar a suportar os custos da cirurgia e de outros tratamentos que não são suportados pelo SNS, mas que se têm revelado muito produtivos para a situação da Margarida.


Além de Artur Caldeira, neste espectáculo solidário vão também actuar Adriana Moreira, Daniel paredes, Catarina Araújo, Daniel Pereira Cristo e o Duo Sophia.


Aos músicos que generosamente se juntaram a esta causa, também o Auditório Vita foi disponibilizado sem custos para o espectáculo.


O grupo empresarial DST demonstra mais uma vez a sua responsabilidade social e assume o pagamento dos técnicos necessários para realizar o espectáculo.


A situação de Margarida comove quem fica a conhecer a sua história.


A página Music’ALMA, através de uma publicação feita anteontem, revela que o empresário Jorge Mendes e a Gestifute ofereceram à Margarida duas camisolas oficiais da Juventus, autografadas por Cristiano Ronaldo. “Além deste gesto solidário tão simbólico - e que tem um valor inestimável -, o empresário português fez, adicionalmente, uma doação de 2.000 euros para o projecto de recuperação da Margarida”, revela o Music’ALMA, realçando que “à imagem da carreira inspiradora de Cristiano Ronaldo e do próprio Jorge Mendes, esta doação dá-nos alento extra para não baixar os braços, darmos tudo de nós, até ao limite das nossas forças. Convictos de que, a cada dia, a Margarida será uma jovem mais feliz”.


“Estamos convictos de que esta camisola vai ajudar a ‘vestir’ o projecto, dando-lhe uma maior capacidade para alcançar os seus objectivos e os sonhos da Margarida”, acrescentam.
 

Deixa o teu comentário