Braga, segunda-feira

Coronavírus obriga a cancelar visitas de estudo ao estrangeiro

Regional

28 Fevereiro 2020

Redação

Secundária Alberto Sampaio cancelou as visitas programas, uma das quais a Itália. Escolas mostram-se também preocupadas com a recepção de grupos estrangeiros do programa Erasmus +.

As escolas de Braga estão anular e/ou a colocar fortes medidas de restrição às visitas de estudo ao estrangeiro, sobretudo aos países mais afectados pelo coronavírus, como é o caso de Itália.


O director do Agrupamento de Escolas Alberto Sampaio revelou ao CM que as visitas programas ao estrangeiro a curto prazo foram “todas canceladas”, uma das quais a Itália, país onde foi detectado o maior número de casos nos últimos dias.


“Tínhamos agendada para o final do mês uma viagem de estudo do ensino secundário a Itália que foi cancelada”, revela João Andrade, sublinhando que as visitas estão a ser avaliadas “caso a caso”, mas que a maioria foi cancelada. “Diz-nos o bom senso que devemos ter cautela”, continua o director da Alberto Sampaio, acrescentando que a maioria das escolas a nível europeu está a tomar medidas de restrição e cautela relativamente às viagens numa clara atitude de “responsabilidade” face ao cenário actual desencadeado pelo coronavírus.


“Vamos acompanhar a situação até que o cenário se torne mais claro”, continua João Andrade, considerando que o que está em causa é “uma questão de prudência”.
 

Também o agrupamento de Escolas de Maximinos decidiu cancelar as visitas programadas, sobretudo as que estavam integradas no âmbito do programa de mobilidade estudantil, o Erasmus +.


Cristina Gandra, docente da secundária de Maximinos, revelou que a direcção decidiu cancelar uma viagem que um grupo de seis alunos e dois professores iriam realizar brevemente a Valência, Espanha.


Anulada foi também a viagem de finalistas do 9.º ano que estava agendada para as férias da Páscoa à cidade de Paris, França.


Para o final de Março estava ainda programada uma outra viagem no âmbito do programa Erasmus +, desta feita à Grécia que, “por questões de precaução” também foi cancelada pelos responsáveis da escola que estão a acompanhar a evolução da situação.
 

A directora da Escola Secundária Carlos Amarante revelou também que a escola está a analisar a situação, sublinhando que as visitas de final de ano são promovidas pela associação de estudante, sendo que o Sul de Espanha costuma ser o destino de eleição. “Ainda não temos nada decidido. Nos próximos dias vamos reunir com os várias responsáveis para analisar a situação”, diz-nos Hortense Santos, directora do Agrupamento Carlos Amarante.
 

Já a directora da secundária Sá de Miranda adianta que a escola tem agendada uma viagem para breve, no âmbito do programa Erasmus +, a França, mas para já não está previsto a o seu cancelamento. “Estamos a acompanhar a evolução dos acontecimentos”, revela-nos Antonieta da Rocha e Silva.
 

Também com uma visita agendada para Março à Turquia, no âmbito do Erasmus+, Maria da Graça Moura, directora da EB 2,3 André Soares, explica que foi enviado aos coordenadores do programa um pedido de informação sobre a situação que conduzirá a “uma reflexão” de ambas as partes. “A visita está autorizada. Ficámos agora à espera do feedback dos coordenadores para analisarmos a situação”, avança Graça Moura.


Além das deslocações ao estrangeiro, a recepção de comitivas internacionais levanta também dúvidas aos responsáveis das escolas locais. “É uma situação que também nos preocupa”, frisa Helena Vieira, da Francisco Sanches, que aguarda reunião do Conselho Pedagógico para analisar o caso.


Recorde-se que a DGESTE enviou uma comunicação às escolas relativamente às visitas de estudo ao estrangeiro, aconselhando a “ponderação sobre a oportunidade e conveniência” de se realizarem visitas de estudo e outras deslocações ao estrangeiro, em particular a países ou a zonas com maior incidência de casos de infecção.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho