Braga, quarta-feira

Covid-19: África passa os 20 mil mortos em mais de 957 mil casos

Internacional

03 Agosto 2020

Lusa

África passou hoje a barreira dos 20 mil mortos devido à covid-19, registando mais de 957 mil infetados, segundo os dados mais recentes da pandemia no continente.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de mortos é de 20.288, mais 368 nas últimas 24 horas, enquanto o de infetados é de 957.035, mais 12.585.
 

O número de recuperados é hoje de 611.957, mais 9.379 nas últimas 24 horas.
 

O maior número de casos e de mortos de covid-19 continua a registar-se na África Austral, com 535.720 infetados e 8.872 óbitos.
 

Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza 511.485 infetados e 8.366 óbitos.
 

A região da África do Norte, a segunda mais afetada pela pandemia, tem agora 162.495 infetados e 6.754 mortos e na África Ocidental, o número de casos subiu para 130.189, com 1.931 vítimas mortais.
 

Já na região da África Oriental, registam-se 79.703 casos e 1.790 mortos, enquanto a região da África Central contabiliza 48.928 casos e 941 mortos.
 

O Egito é o segundo país com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, contabilizando 94.483 infetados e 4.865 óbitos, seguindo-se a Argélia, que conta hoje com 30.909 casos e 1.218 vítimas mortais.
 

Entre os cinco países mais afetados, estão também a Nigéria, que regista 43.841 infetados e 888 óbitos, e o Sudão, com 11.738 casos e 752 vítimas mortais.
 

Em relação aos países africanos que têm o português como língua oficial, Cabo Verde lidera em número de casos (2.547 casos e 24 mortos), seguindo-se a Guiné-Bissau (1.981 casos e 26 mortos), Moçambique (1.946 casos e 13 mortos), Angola (1.199 infetados e 55 mortos) e São Tomé e Príncipe (871 casos e 15 mortos).
 

A Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), tem 4.821 infetados e 83 óbitos.
 

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.
 

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 685 mil mortos e infetou mais de 18 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
 

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
 

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.
 

Na quinta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o número de casos de covid-19 em África vai ultrapassar um milhão “nos próximos dias”, assinalando que registou um aumento de “50% nos últimos 14 dias”.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho