Braga, quarta-feira

Covid-19: África regista 1.242 mortos e quase 26 mil infetados

Internacional

23 Abril 2020

Redação

O número de mortos provocados pela covid-19 em África subiu para 1.242 nas últimas horas, com quase 26 mil casos registados da doença em 52 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

O número de mortos provocados pela covid-19 em África subiu para 1.242 nas últimas horas, com quase 26 mil casos registados da doença em 52 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nas últimas 24 horas, o número de mortos registados subiu de 1.191 para 1.242 enquanto as infeções aumentaram de 24.686 para 25.937.

O número total de doentes recuperados subiu de 6.425 para 6.534.

O norte de África mantém-se como a região mais afetada pela doença com 10.990 casos, 867 mortos e 2.763 doentes recuperados.

Na África Ocidental, há registo de 6.183 infeções, 158 mortos e 1.794 doentes recuperados.

A África Austral contabiliza 77 mortos em 3.893 casos de covid-19 e 1.123 doentes recuperados.

A pandemia afeta 52 dos 55 países e territórios de África, com cinco países – África do Sul, Argélia, Egito, Marrocos e Camarões - a concentrarem quase metade das infeções pelo novo coronavírus e mais de dois terços das mortes associadas à doença.

O Egito regista 3.659 infetados e 276 mortos, a África do Sul conta 3.635 doentes infetados e 65 mortos, enquanto Marrocos totaliza 3.446 casos e 149 vítimas mortais e os Camarões contabilizam 43 mortos em 1.163 infetados.

O maior número de vítimas mortais regista-se na Argélia, que contabiliza 402 mortos em 2.910 doentes infetados.

Entre os países africanos lusófonos, Cabo Verde lidera em número de infeções, com 73 casos e um morto.

A Guiné-Bissau contabiliza 52 pessoas infetadas pelo novo coronavírus e Moçambique tem 41 casos declarados da doença.

Angola soma 25 casos confirmados de covid-19 e dois mortos e São Tomé e Príncipe, o último país africano de língua portuguesa a detetar a doença no seu território, regista três casos positivos.

Na Guiné Equatorial, que integra a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), estão confirmados 83 casos positivos de infeção, tendo-se registado a primeira morte devido à doença, segundo o África CDC.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 181 mil mortos e infetou mais de 2,6 milhões de pessoas em 193 países e territórios. 

Mais de 593.500 doentes foram considerados curados.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho