Braga,

Covid-19: Associação em França lança site sobre como ir a Portugal no verão

Internacional

26 Maio 2020

Redação

A associação Cap Magellan lançou na segunda-feira um site que reúne informação oficial sobre o estado das fronteiras entre Portugal e França para acompanhar os portugueses que desejem voltar ao país no verão.

A associação Cap Magellan lançou na segunda-feira um site que reúne informação oficial sobre o estado das fronteiras entre Portugal e França para acompanhar os portugueses que desejem voltar ao país no verão.

"Nós vamos divulgar as possibilidades que existem, quais são as obrigações, os cuidados, as recomendações e como estamos numa lógica de deslocação entre França e Portugal, falamos de três países. Temos de ver as realidades em França, Espanha e Portugal", explicou Luciana Gouveia, delegada-geral da Cap Magellan, em declarações à agência Lusa.

A Cap Magellan, maior associação de jovens lusodescendentes em França, lançou no início da semana o site VacancesPortugalCovid, alimentado diariamente com informação oficial proveniente das autoridades de França, Espanha e Portugal.

Um esforço importante para combater as ‘fake news’ e os rumores sobre este tipo de deslocações, disse.

"Vimos que havia a necessidade de haver uma plataforma que concentrasse informações fidedignas e fiáveis - há muitas ‘fake news’ a circular - em todas as temáticas que têm a ver com uma eventual ida a Portugal no verão", explicou a dirigente associativa.

Além da informação sobre as fronteiras para quem pretenda chegar a Portugal de carro ou avião, o site tem ainda informações sobre as regras do desconfinamento no país, desde as medidas em vigor nas praias e piscinas até aos restaurantes.

Esta iniciativa acontece poucos dias depois de a Cap Magellan ter recebido a notícia de que o apoio à sua tradicional campanha de segurança rodoviária entre França e Portugal não foi subsidiada pela Direção-Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas (DGACCP) no quadro do financiamento nacional às associações que apoiam a comunidade portuguesa no estrangeiro.

"Num ano em que não recebemos financiamento da DGACPP para a campanha de segurança rodoviária e em que, obviamente ligado à conjuntura oficial, as parcerias privadas estão muito atrasadas na confirmação, lançamos este site com os nossos fundos próprios. Mas essa é a nossa realidade", lamentou Luciana Gouveia, que diz que a campanha se deverá manter caso as fronteiras estejam definitivamente abertas e seja possível assegurar a segurança sanitária dos voluntários e do público em geral nas fronteiras.

O site tem artigos em português e francês e, consoante os anúncios dos vários países forem feitos, podem vir a traduzir para português informação em França sobre outros países com grandes comunidades portuguesas como Alemanha, Suíça ou Luxemburgo.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho