Braga, segunda-feira

Covid-19: Bozhidar Kraev oferece material de proteção à Misericórdia de Barcelos

Desporto

29 Abril 2020

Redação

O internacional búlgaro Bozhidar Kraev, que representa o Gil Vicente, da I Liga de futebol, doou hoje centenas de materiais de proteção individual à Santa Casa da Misericórdia de Barcelos para o combate à covid-19.

O internacional búlgaro Bozhidar Kraev, que representa o Gil Vicente, da I Liga de futebol, doou hoje centenas de materiais de proteção individual à Santa Casa da Misericórdia de Barcelos para o combate à covid-19.

“Estou com a sensação de missão cumprida, que me faz sentir com mais paz de espírito e que me dá mais força para continuar a ajudar as pessoas. Ao mesmo tempo, é uma forma de reconhecimento aos heróis que estão na linha da frente desta pandemia e que lutam pela vida das pessoas sem limites”, referiu o médio, de 22 anos, citado numa nota publicada pelos minhotos nas redes sociais.

Bozhidar Kraev foi recebido por Nuno Reis, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos, no âmbito de uma ação solidária promovida pela agência Stellar Group, que representa o jogador e está a reforçar a segurança de utentes e profissionais de 24 instituições nacionais, de modo a minimizar os riscos de contágio do novo coronavírus.

Cedido pelos dinamarqueses do Midtjylland, o médio búlgaro contabiliza cinco golos em 26 encontros pelo Gil Vicente, reintegrado na elite do futebol nacional esta época pela via administrativa, a partir do Campeonato de Portugal, na sequência do ‘caso Mateus’.

O plantel de Vítor Oliveira termina na quinta-feira duas semanas de férias intercaladas com o confinamento social imposto pela pandemia de covid-19, antecipando uma eventual retoma da I Liga, suspensa desde 12 de março, na qual ocupava o nono lugar à entrada para as 10 jornadas finais, com 30 pontos, 14 acima da zona de descida.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 217 mil mortos e infetou mais de 3,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Perto de 860 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 973 pessoas das 24.505 confirmadas como infetadas, e há 1.470 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Foto: Gil Vicente Futebol Clube

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho