Braga, sexta-feira

Covid-19: Costa afirma que situação de contingência visa manter pandemia controlada

Nacional

10 Setembro 2020

Lusa

O primeiro-ministro afirmou hoje que o reforço das medidas preventivas contra a covid-19, com o território continental em situação de contingência a partir de terça-feira, visa evitar um aumento exponencial de contágios com a gradual retoma da atividade.

"É absolutamente decisivo manter a pandemia controlada. Não podemos dar este jogo por ganho, porque não está ganho", advertiu António Costa no final do Conselho de Ministros em que anunciou as medidas contra a covid-19 no âmbito da situação de contingência.
 

Na sua intervenção inicial, o primeiro-ministro defendeu que a batalha contra a convid-19 "continua e depende fundamentalmente de cada cidadão".
 

"O acompanhamento desta pandemia exige uma leitura dinâmica de forma a permitir aquilo que é essencial: Manter a pandemia controlada, possibilitando a recuperação económica e social do país", justificou.
 

António Costa rejeitou depois qualquer tipo de dualismo entre os objetivos de proteção da economia e a proteção da saúde.
 

"A nossa vida é só uma. E é tanto feita do emprego que temos ou perdemos, como da saúde que temos ou que não temos. Por isso, é condição essencial para a proteção do rendimento das famílias e para a proteção do emprego que a pandemia esteja controlada", alegou o líder do executivo.
 

Numa mensagem que dirigiu a quem perdeu o emprego, ou a quem esteve em "lay-off" e perdeu rendimentos, António Costa salientou a ideia de que o controlo desta pandemia "depende em primeiro e em último lugar do comportamento individual de cada um".
 

"Sabemos que temos um Serviço Nacional de Saúde robusto e fortalecido, que temos excelentes profissionais de saúde, mas a melhor forma de os ajudar é evitar estarmos doentes, adotando todas as medidas preventivas que podemos adotar e que dependem exclusivamente de nós", reforçou o primeiro-ministro.
 

De acordo com António Costa, se as regras de prevenção contra a covid-19 forem cumpridas, "embora a pandemia se mantenha - e até possa registar um crescimento, o que é provável com o regresso à atividade normal -, será possível que esse crescimento se conserve sob controlo".
 

"Isso é absolutamente decisivo", frisou.

 

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho