Braga, quinta-feira

Covid-19: Crianças regressam hoje aos ATL mas nem todos podem abrir para já

Nacional

15 Junho 2020

Redação

As crianças vão poder retomar a partir de hoje as Atividades de Tempos Livres (ATL), mas apenas nos centros que não estão integrados em estabelecimentos escolares, que só vão reabrir no final do ano letivo.

As crianças vão poder retomar a partir de hoje as Atividades de Tempos Livres (ATL), mas apenas nos centros que não estão integrados em estabelecimentos escolares, que só vão reabrir no final do ano letivo.

A reabertura das ATL estava prevista para 01 de junho, no mesmo dia em que voltaram a funcionar as instituições do pré-escolar, mas foi adiada por duas semanas, devido à necessidade de preparar a organização dos espaços onde se desenvolvem estas atividades, justificou o primeiro-ministro, António Costa.

No domingo foram conhecidas as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) para o funcionamento destes espaços, que salientam que as crianças com mais de 10 anos devem usar máscara nos Centros de Atividades de Tempos Livres (ATL).

Na orientação, a DGS salienta que todos os ATL (que recebem crianças para atividades de estudo e lazer a partir dos seis anos) têm de estar devidamente preparados para abordar possíveis casos suspeitos de covid-19, tendo por exemplo uma área de isolamento, definição de circuitos, ou atualização de contactos de emergência das crianças.

Nem todas as crianças regressam hoje aos ATL, que são retomados a duas velocidades. Aquelas que frequentam os estabelecimentos ligados às escolas só voltam a partir de 26 de junho, altura em que termina o terceiro período.

O mesmo já tinha sucedido com as atividades de apoio à família que, no caso do pré-escolar, foram retomadas no dia 01 de junho, juntamente com a reabertura dos jardins de infância.

No caso dos restantes ciclos de ensino, estas atividades só vão ser retomadas após o final do ano letivo, uma vez que as atividades letivas presenciais estão suspensas e as escolas continuam encerradas.

Os estabelecimentos de ensino, desde creches a universidades, foram encerrados em 16 de março, altura em que o Governo decidiu suspender todas as atividades presenciais de forma a conter a propagação do novo coronavírus.

Entretanto, algumas faculdades e politécnicos retomaram, em meados de maio, as aulas presenciais das disciplinas práticas. Também voltaram a funcionar creches e escolas secundárias no 11.º e 12.º ano, que reabriram portas em 18 de maio, e os jardins de infância.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 421 mil mortos e infetou mais de 7,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.505 pessoas das 36.180 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho