Braga, terça-feira

Covid-19: Cuidadores que morreram são "soldados que deram a vida por amor" - Papa

Internacional

10 Abril 2020

Redação

O Papa Francisco lembrou hoje os médicos, enfermeiros, freiras e padres, que morreram como soldados que deram a vida por amor no combate à pandemia da doença covid-19.

O Papa Francisco lembrou hoje “os médicos, enfermeiros, freiras e padres”, que morreram “como soldados que deram a vida por amor” no combate à pandemia da doença covid-19.

No dia em que os católicos cumprem a Sexta-Feira Santa, o Papa Francisco transmitiu uma mensagem pela televisão italiana Rai1, prestando homenagem aos homens e mulheres que se juntaram “aos crucificados da História”.

“Sinto-me próximo do povo de Deus, sobretudo daqueles que mais sofrem, das vítimas desta pandemia, da dor do mundo”, afirmou Jorge Bergoglio.

Hoje à noite, o Papa celebrará a Via Sacra na Praça de São Pedro, em Roma, numa cerimónia bastante mais contida e sem fiéis, por causa das medidas restritivas impostas para conter a covid-19.

Na cerimónia, o Papa Francisco estará acompanhado de um grupo de cinco reclusos, de uma prisão de Pádua, e de cinco médicos e enfermeiros do Vaticano.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 96 mil mortos e infetou quase 1,6 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Os Estados Unidos são o país mais afetado em número de casos, com 466.299 infetados e 16.686 mortos.

A Europa é o continente com mais casos contabilizados (826.382) e com maior número de vítimas mortais (66.642).

A Itália é o país com maior número de mortes (18.849), seguida dos Estados Unidos (16.686), da Espanha (15.843), da França (12.210) e do Reino Unido (8.958).

Em África, há registo de 630 mortos num universo de mais de 12.219 casos em 52 países.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho