Braga, sexta-feira

Covid-19: Desportivo das Aves testa negativo na preparação para visita ao Tondela

Desporto

09 Junho 2020

Redação

Os futebolistas, equipa técnica e outros funcionários do Desportivo das Aves testaram negativo na sexta bateria de despistagem à covid-19, três dias antes da visita ao Tondela, informou hoje o último classificado da I Liga.

Os futebolistas, equipa técnica e outros funcionários do Desportivo das Aves testaram negativo na sexta bateria de despistagem à covid-19, três dias antes da visita ao Tondela, informou hoje o último classificado da I Liga.

“Os testes à covid-19 efetuados na segunda-feira revelaram não existir qualquer caso positivo no CD Aves, pelo que o plano de contingência e o comportamento responsável dos profissionais avenses estão a dar os resultados desejados por todos”, lê-se em comunicado publicado no sítio oficial dos nortenhos na Internet.

O jogador que acusou positivo ao novo coronavírus, cuja identidade foi preservada pelo clube, mantém-se em isolamento e vai falhar o encontro com os ‘beirões’, enquanto Luiz Fernando e Rúben Macedo regressam às opções do treinador Nuno Manta Santos, após terem cumprido castigo na derrota caseira frente ao Belenenses SAD (2-0).

O Desportivo das Aves, 18.º e último colocado, com 13 pontos, 12 abaixo da zona de salvação, desloca-se ao terreno do Tondela, na 14.ª posição, com 26, na quinta-feira, às 21:15, no Estádio João Cardoso, num jogo da 26.ª jornada, que será antecedido por nova ronda de exames, ao abrigo do protocolo estabelecido para o reinício do campeonato.

Os avenses têm atravessado uma série de contrariedades desportivas, diretivas e financeiras desde agosto e podem perder dois a cinco pontos pelo atraso salarial verificado entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, que a SAD justificou com a paralisação da atividade económica na China, motivada pela pandemia de covid-19.

O processo seguiu da Liga de clubes para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol em 03 de abril, originando as rescisões unilaterais do guarda-redes francês Quentin Beunardeau e do avançado brasileiro Welinton Júnior, enquanto a administração do chinês Wei Zhao liquidava verbas aos plantéis principal e sub-23.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 406 mil mortos e infetou mais de 7,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.485 pessoas das 34.885 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho