Braga, quinta-feira

Covid-19: Espetáculos em Guimarães só com parecer vinculativo da Autoridade de Saúde

Regional

14 Outubro 2020

Redação

A realização de eventos em equipamentos culturais do município e espaços públicos de Guimarães apenas serão autorizados, a partir de agora, mediante um parecer vinculativo da Autoridade de Saúde, anunciou a Câmara.

A realização de eventos em equipamentos culturais do município e espaços públicos de Guimarães apenas serão autorizados, a partir de agora, mediante um parecer vinculativo da Autoridade de Saúde, anunciou a Câmara.

Em comunicado, a Câmara de Guimarães, no distrito de Braga, acrescenta que a decisão foi aprovada, por unanimidade, em reunião extraordinária da Comissão Municipal de Proteção Civil, realizada na terça-feira.

“Esta decisão resulta da situação epidemiológica que atualmente se verifica no concelho, obrigando à adoção de medidas mais restritivas do que aquelas que atualmente estão previstas no quadro legal”, refere ainda o comunicado.

Assim, todas as entidades responsáveis pela organização de eventos e espetáculos devem enviar para o Serviço Municipal de Proteção Civil e Autoridade de Saúde o plano de contingência para cada evento, sendo que o parecer vinculativo será emitido pela Autoridade de Saúde.

A reunião extraordinária da Proteção Civil foi convocada depois de, na noite de sexta-feira, um espetáculo no Multiúsos de Guimarães com os humoristas Hugo Sousa, Ana Garcia Martins (Pipoca mais Doce) e Nilton ter juntado 964 pessoas.

O município refere que aquele número corresponde a 40% da lotação do espaço e garante que foi cumprido o plano de contingência aprovado pelas autoridades de saúde, mas o presidente da Câmara, Domingos Bragança, admitiu que o espetáculo foi um sinal que acabou por “contradizer todo o recente discurso” da autarquia em relação à covid-19.

Domingos Bragança acrescentou que todo o esforço de comunicação do município na prevenção da covid-19 “não pode ser comprometido por eventos culturais, ou outros, passíveis de reunirem um grande número de pessoas”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e um mil mortos e mais de 37,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.110 pessoas dos 89.121 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho