Braga, terça-feira

Covid-19: Fafe promove programa de espetáculos ao ar livre para apoiar artistas locais

Regional

09 Junho 2020

Redação

A Câmara de Fafe inicia no dia 19 um programa de 17 espetáculos musicais com artistas locais, para apoiar os profissionais do setor cultural concelhio, muito afetado com a pandemia, segundo a autarquia.

A Câmara de Fafe inicia no dia 19 um programa de 17 espetáculos musicais com artistas locais, para apoiar os profissionais do setor cultural concelhio, muito afetado com a pandemia, segundo a autarquia.

O vereador Pompeu Martins explicou hoje que este projeto, designado "Há música na Arcada", visa também "animar as noites de verão e trazer de volta a expressão dos artistas locais e respetivas equipas técnicas de som, luz e audiovisual".

Em declarações à Lusa, o autarca responsável pelo pelouro da Cultura daquela câmara do distrito de Braga acentuou que o setor foi um dos mais afetados com a pandemia de covid-19, dado o cancelamento de espetáculos no decurso do estado de emergência e de calamidade, não só no concelho, mas por todo o país.

Pompeu Martins anotou, por outro lado, que todos os espetáculos ocorrerão cumprindo todas as medidas de segurança definidas pela Direção-Geral da Saúde para eventos ao ar livre.

Os espetáculos vão realizar-se na Arcada, "num espaço devidamente delimitado, sendo necessário que os espetadores sejam titulares de bilhete de ingresso, a levantar na Loja de Turismo, ainda que todos os espetáculos sejam de acesso gratuito".

Os lugares estarão previamente identificados, dando preferência aos sentados, cumprindo um distanciamento físico entre espetadores de 1,5 metros.

Os espetáculos vão realizar-se todos os fins de semana até 15 de agosto.

 A pandemia de covid-19 já provocou mais de 406 mil mortos e infetou mais de 7,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.485 pessoas das 34.885 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), paralisando setores inteiros da economia mundial.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho