Braga, segunda-feira

Covid-19: Famalicão e Matosinhos com mais de 670 entregas de refeições no fim de semana

Regional

16 Novembro 2020

Redação

As câmaras de Famalicão e Matosinhos fazem um balanço muito positivo da entrega em casa de refeições dos restaurantes do concelho durante o fim de semana, serviço custeado por estas, tendo ambas superado os 670 pedidos, referiram hoje.

As câmaras de Famalicão e Matosinhos fazem um balanço “muito positivo” da entrega em casa de refeições dos restaurantes do concelho durante o fim de semana, serviço custeado por estas, tendo ambas superado os 670 pedidos, referiram hoje.

Entre sábado e domingo, e tal como irá acontecer no próximo fim de semana de recolhimento obrigatório, as câmaras de Famalicão e Matosinhos, do distrito de Braga e do Porto, respetivamente, disponibilizaram um serviço de entrega gratuita de refeições ao domicílio e sem custos para os restaurantes.

No caso de Famalicão, esse serviço foi prestado por 30 estafetas, enquanto que em Matosinhos por feito 75 taxistas, fruto de um protocolo com a cooperativa de táxis.

Entre o almoço de sábado e o jantar de domingo, envolvendo quatro períodos de entregas, a Câmara Municipal de Matosinhos registou 676 pedidos, segundo informações dadas à Lusa por fonte desta autarquia.

Destes 676, 250 foram feitos por clientes fora de Matosinhos, nomeadamente Porto, Vila Nova de Gaia, Maia, Vila do Conde e Gondomar, referiu.

Já as horas de mais fluxo de pedidos concentraram-se entre as 12:00 e as 13:00 e as 19:00 e 20:00, sublinhou.

“A autarquia está muito satisfeita com o resultado deste primeiro fim de semana do Matosinhos.come [nome da iniciativa], mas salienta que se trata de uma medida complementar ao serviço de entregas que muitos dos estabelecimentos de restauração do concelho já possuem”, disse a fonte.

A câmara municipal acrescentou ainda que os seus serviços estiveram na rua a dar suporte aos restaurantes e a acompanhar toda a operação.

Já na terça-feira, os 205 restaurantes aderentes e o município vão reunir para melhorar pormenores e procedimentos, revelou.

Também em Famalicão o balanço da iniciativa foi positivo, tendo superado “muito as expectativas”, afirmou à Lusa o vereador da Economia, Empreendedorismo e Inovação, Augusto Lima.

Dizendo ter recebido cerca de 1.000 pedidos, o responsável considerou que “correu tudo bem”, havendo apenas “uma ou outra coisa a agilizar em termos operacionais”.

Com 47 restaurantes aderentes, Augusto Lima adiantou que os pedidos foram feitos mais no dia de sábado do que no domingo.

“O primeiro fim de semana foi bastante bom, por isso, esperamos que o próximo seja ainda melhor porque a mensagem vai passando”, frisou.

O vereador contou ainda haver restaurantes a quererem aderir a este serviço.

Portugal contabiliza pelo menos 3.472 mortos associados à covid-19 em 225.672 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de novembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado e municípios vizinhos. A medida abrange 191 concelhos.

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho