Braga, segunda-feira

Covid-19: Itália atinge recorde de mortes por país num único dia com 475 óbitos

Internacional

18 Março 2020

Lusa

A pandemia de Covid-19 provocou mais 475 mortes em Itália nas últimas 24 horas, o pior balanço registado num único país e num único dia, anunciou hoje a proteção civil.

Até ao momento, cerca de 3.000 pessoas (2.978) perderam a vida em Itália devido a esta doença, um balanço muito próximo do registado na China (mais de 3.200 mortos), o foco inicial da pandemia.
 

Os serviços sanitários italianos registaram 4.207 novos casos as últimas 24 horas, um número que nunca tinha sido atingido desde o início da crise.
 

A Lombardia, a região de Milão, permanece a mais atingida, com cerca de dois terços das mortes recenseadas.
 

No entanto, o aumento dos novos casos também ocorreu em outras regiões, em particular em Veneto e Piemonte com cerca de 500 novos casos cada, ou a Toscana com um aumento de 300 casos.
 

O anterior recorde de um único dia tinha sido registado no domingo, com 368 mortos, um total que a China nunca conheceu, segundo os balanços oficiais.
 

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 200 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.200 morreram.
 

Das pessoas infetadas, mais de 82.500 recuperaram da doença.
 

A China registou nas últimas 24 horas 11 mortos e 13 novos casos infeção pela Covid-19, mas só um é de Wuhan, todos os outros 12 são importados.
 

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se já por 170 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.
 

No total, desde o início do surto, em dezembro passado, as autoridades da China continental, que exclui Macau e Hong Kong, contabilizaram 80.894 infeções diagnosticadas, incluindo 69.601 casos que já recuperaram, enquanto o total de mortos se fixou nos 3.237.
 

O número de infetados ativos no país fixou-se em 8.056, incluindo 2.622 em estado grave.
 

Wuhan, em quarentena desde 23 de janeiro passado, é a região mais afetada no mundo pela doença, com 2.490 mortes.
 

Os países mais afetados depois da China são a Itália, com 2.978 mortes em 35.173 casos de contágio, o Irão, com 1.135 mortes (17.350 casos), a Espanha, com 558 mortes (13.716 casos) e a França com 175 mortes (7.730 casos).
 

Face ao avanço da pandemia, vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.
 

De acordo com os dados da Direção Geral da Saúde, em Portugal, das 642 pessoas infetadas com o novo coronavírus, 89 estão internadas e 553 estão a recuperar em casa. Há 4.074 casos em que o teste deu negativo e 351 casos a aguardar resultado laboratorial.
 

Portugal regista duas vítimas mortais da doença e três doentes já recuperados.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho