Braga, terça-feira

Covid-19: Jogos das competições profissionais de futebol à porta fechada

Desporto

10 Março 2020

Lusa

Os jogos da 25.ª jornada das competições profissionais de futebol, marcados para o próximo fim de semana, vão ser disputados à porta fechada, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

“Determinar que todos os jogos das competições de futebol profissional decorrerão à porta fechada”, é uma das decisões determinadas pelo grupo de emergência criado pelo presidente da FPF, Fernando Gomes, para monitorizar o impacto do Covid-19 nas competições futebolísticas.
 

A ronda 25 da I Liga realiza-se entre sexta-feira (13 de março) e domingo (15 de março), enquanto a 25.ª ronda da II Liga começa no mesmo dia e encerra na segunda-feira (16 de março).
 

Na 25.ª ronda do campeonato principal, o líder FC Porto visita o Famalicão, no domingo, um dia depois de o Benfica receber o Tondela e de o Sporting jogar no terreno do Vitória de Guimarães.
 

Deste grupo de emergência fazem parte, além do presidente federativo, os líderes da Liga de clubes, da comissão delegadas das associações distritais e regionais e dos representantes de jogadores, treinadores, árbitros e médicos.
 

Além dos jogos dos dois principais escalões disputados à porta fechada, também os jogos das competições nacionais de futsal vão ser disputadas sem público, e foi ainda determinado que “os jogos das provas nacionais seniores não-profissionais de futebol não poderão ter mais de cinco mil pessoas nas bancadas”.
 

Este grupo decidiu ainda “suspender todas as provas nacionais dos escalões de formação de futebol e futsal entre 14 e 28 de março”.
 

“O grupo de emergência continuará a monitorizar a situação, podendo rever - ampliando ou reduzindo - as medidas agora implementadas”, remata a FPF.
 

A realização dos jogos à porta fechada nas competições profissionais de futebol e nos campeonatos nacionais de futsal, ocorre no mesmo dia em que foi adiada a meia maratona de Lisboa, de 22 de março para 06 de setembro, um dia depois de o Governo ter recomendado a suspensão de eventos em espaços abertos com mais de 5.000 pessoas, devido à epidemia do Covid-19.
 

Os campeonatos internacionais de Portugal de badminton, que deveriam ser disputados entre 05 e 08 de março, nas Caldas da Rainha, foram cancelados três dias antes do início, tornando-se a primeira competição a ser afetada pelo Covid-19 em Portugal.
 

Dois dias mais tarde, em 04 de março, foi cancelada a Taça da Europa de judo de juniores, que deveria realizar-se em Coimbra, e o Campeonato da Europa de atletismo em pista coberta para veteranos, previsto para decorrer em Braga, foi adiado para 2021.
 

Em 06 de março, a Federação Portuguesa de Ténis de Mesa decidiu suspende de forma temporária os cumprimentos antes do início dos jogos, medida que também foi adotada dois dias depois pela Federação Portuguesa de Futebol e pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
 

Ainda no mesmo dia, foi cancelado o interdistrital de natação, que juntaria mais de 500 jovens no Centro Olímpico de Piscinas Municipais de Coimbra, e adiados três jogos dos campeonatos distritais da Associação de Futebol do Porto.
 

Na segunda-feira, a meia maratona de Braga, que tinha data marcada para 22 de março, foi adiada para 06 de setembro, enquanto o jogo dos quartos de final da Premier League International Cup, entre o Swansea e o Benfica, foi adiado, sem data marcada.
 

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.900 mortos. Cerca de 113 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.
 

Portugal regista 41 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho