Braga, quarta-feira

Covid-19: Jornada 26 da I Liga vai ser simulada nos campos virtuais

Desporto

20 Março 2020

Lusa

Vários clubes da I Liga portuguesa vão simular este fim de semana os encontros da 26.ª jornada através de vídeojogo, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional, numa parceria com a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Devido à pandemia de Covid-19 que tem assolado o mundo, a maioria das competições desportivas foi suspensa, como é o caso da I Liga portuguesa de futebol, que está parada desde 08 de março, quando se disputou a 24.ª ronda.
 

Após ter sido decretado o estado de emergência em Portugal e sem poderem jogar no relvado real, 16 clubes do principal escalão vão defrontar-se no sábado e no domingo, reproduzindo, em videojogo, as partidas da 26.ª ronda que estavam marcadas para este fim de semana, numa ação que visa sensibilizar as pessoas para a contenção social ativa.

 

Desta forma, cada equipa será representada por um futebolista do respetivo plantel, em jogos de 12 minutos, seis em cada parte, sem qualquer vertente competitiva associada e numa iniciativa que vai ocorrer apenas neste fim de semana.
 

Das 18 equipas que entrariam em campo este fim de semana, apenas Benfica e Portimonense não se vão fazer representar no campo virtual e reproduzir o confronto da 26.ª ronda.
 

No sábado, serão disputados os jogos Tondela (representado por Pepelu) - Desportivo das Aves (Afonso Figueiredo), Moreirense (Luís Machado) - Rio Ave (Borevkovic), Sporting (Rafael Camacho) - Paços de Ferreira (João Amaral) e FC Porto (Fábio Silva) - Marítimo (Pedro Pelágio)
 

Para domingo estão agendados os encontros Vitória de Setúbal (Hildeberto) - Santa Clara (Rafael Ramos), Belenenses SAD (João Monteiro) - Vitória de Guimarães (Pêpê), Gil Vicente (Lourency) - Famalicão (Pedro Gonçalves) e Sporting de Braga (Abel Ruiz) - Boavista (Tomás Reymão).
 

Todos os jogos poderão ser acompanhados através dos canais oficiais da LPFP e de cada clube, bem como na Sport TV+.
 

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, infetou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 10.400 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 89.000 recuperaram da doença.
 

O surto começou na China, em dezembro de 2019, e espalhou-se por mais de 179 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.
 

Depois da China, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.
 

Em Portugal, que se encontra em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira, a Direção-Geral da Saúde elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que no dia anterior. O número de mortos no país subiu para seis.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho