Braga, sexta-feira

Covid-19: Ligeiro aumento em Espanha de número diário de mortes para 229

Internacional

08 Maio 2020

Redação

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 229 mortes devido à pandemia de covid-19, uma ligeira subida em relação aos 213 de quinta-feira, havendo até agora um total de 26.299 óbitos, segundo as autoridades sanitárias.

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 229 mortes devido à pandemia de covid-19, uma ligeira subida em relação aos 213 de quinta-feira, havendo até agora um total de 26.299 óbitos, segundo as autoridades sanitárias.

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, houve registo de 1.095 novos casos positivos, um número que apesar de superior ao de quinta-feira, mantém a tendência de redução dos últimos dias, elevando para 222.857 o total de infetados confirmados pelo teste PCR, o mais fiável na deteção do vírus.

Os dados diários indicam ainda que, nas últimas 24 horas, foram hospitalizados 762 doentes, num total de 121.776 de pessoas que precisaram de ser internadas até agora.

O Ministério da Saúde espanhol vai decidir hoje quais são as províncias do país que podem, a partir de segunda-feira, passar à segunda etapa do plano de levantamento das medidas de confinamento para lutar contra a covid-19.

A maior parte das comunidades autónomas espanholas pediu esse alívio das medidas, muito rígidas, em vigor e defende que as suas províncias estão prontas para permitir, entre outras medidas, reuniões até 10 pessoas fora ou dentro de casa, que se possa ir ao pequeno comércio de rua sem marcação prévia ou a abertura de esplanadas com uma ocupação de metade dos lugares.

A manutenção na fase atual apenas foi pedida pelas autoridades sanitárias regionais para várias províncias de Castela e Leão e da Catalunha, como a de Barcelona, uma das mais atingidas pela doença.

A decisão da Comunidade de Madrid de pedir para passar à fase seguinte está a levantar alguma polémica, depois de as autoridades regionais terem decidido contra o parecer da diretora da Saúde da comunidade autónoma, que se demitiu.

Madrid é a região espanhola mais atingida pela pandemia, com 8.552 mortes até hoje, 33% do total nacional, e 64.333 casos (24%) confirmados de infeção pelo coronavírus que provocada a covid-19

O parlamento espanhol aprovou na quarta-feira o prolongamento por mais duas semanas, de 10 a 23 de maio, do estado de emergência, em vigor desde 15 de março, com o objetivo de lutar contra o novo coronavírus.

A Espanha iniciou na segunda-feira passada a primeira etapa de alívio das medidas em vigor de luta contra a covid-19, com a abertura parcial do pequeno comércio, como barbearias, cabeleireiros e restaurantes que passam a vender comida para levar e com marcação prévia.

O levantamento das medidas de confinamento em vigor só deverá terminar no final de uma quarta etapa, em finais de junho ou princípios de julho.

Espanha é o segundo país com mais mortos com a pandemia por cada milhão de habitantes (558 óbitos), depois da Bélgica (735) e antes da Itália (495), Reino Unido (451) e França (398), numa lista em que os Estados Unidos têm 232 e Portugal 108.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 267 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, vários países começaram a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos a aliviar diversas medidas.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho