Braga, sábado

Covid-19: Novos casos diminuem em 43 concelhos do Norte e aumentam mais de 30% em 12

Nacional

27 Novembro 2020

Lusa

O número de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 diminuiu em 43 concelhos da região Norte e aumentou mais de 30% em 12 concelhos, revela o relatório da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N).

De acordo com o documento, a que a Lusa teve hoje acesso, dos 43 concelhos que registaram uma descida, entre a segunda e quarta semana de novembro, 17 são no distrito do Porto.

O boletim, o mais recente da ARS-N, reporta a situação epidemiológica nos concelhos da região Norte entre a primeira (05 a 11) e a quarta semana de novembro (19 a 25).

Entre os 17 municípios com maior diminuição de novos casos de infeção no distrito do Porto, destacam-se Paços de Ferreira (que passou de 735 para 397 novos casos), Penafiel (855 para 539), Amarante (440 para 283) e Felgueiras (675 para 444).
 

Dos 18 concelhos do distrito do Porto – que contabiliza um decréscimo de 22% de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 -, apenas Baião não acompanhou esta tendência, registando um crescimento de 17% de novos casos.
 

No distrito de Braga, foram sete os concelhos que registaram uma diminuição, destacando-se Vizela e Celorico de Basto, com um decréscimo de 44% e 34%, respetivamente.
 

Segundo o relatório, o distrito de Braga foi o único a Norte que não registou aumento ou diminuição de novos casos, estabilizando-se nos 0%.
 

Olhando para o distrito de Aveiro [onde a ARS-N abrange sete concelhos], todos, à exceção de Espinho, acompanharam esta tendência, com Castelo de Paiva a registar uma diminuição de 45%, São João da Madeira de 33%, Oliveira de Azeméis de 24%, Arouca de 19%, Santa Maria da Feira de 16% e Vale de Cambra de 6%.
 

Segundo o boletim, o distrito de Aveiro contabiliza agora uma diminuição de 17% do número de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a covid-19.
 

Em Viana do Castelo, distrito que contabiliza uma subida de 20% de novos casos, quatro concelhos registaram uma diminuição, nomeadamente, Caminha, Ponte de Lima, Valença e Vila Nova de Cerveira.
 

O boletim revela também que no distrito de Vila Real, que registou um aumento de 9% de novos casos, os concelhos de Alijó, Mesão Frio, Peso da Régua, Ribeira de Pena, Santa Marta de Penaguião e Vila Real tiveram uma diminuição de novos casos de infeção.
 

Por sua vez, Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro e Vinhais foram os únicos concelhos de Bragança que contabilizaram um decréscimo, com os novos casos a registarem uma diminuição de 39%, 56% e 6% respetivamente.
 

Neste distrito, o número de novos casos de infeção regista um crescimento de 2%
 

A par destes 43 municípios, o relatório da ARS-N revela que 12 concelhos do Norte tiveram um crescimento superior a 30%, nomeadamente Cabeceiras de Basto, Póvoa de Lanhoso, Mirandela, Melgaço, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Viana do Castelo, Boticas, Mondim de Basto, Montalegre, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar.
 

O relatório revela ainda que Freixo de Espada à Cinta é o município com a maior incidência, seguindo-se os concelhos de Guimarães, Lousada, Fafe, Vila Nova de Famalicão, Povoa de Lanhoso, Trofa e Vizela.
 

Nestes oito municípios a incidência é superior a 2.000 novos casos por 100 mil habitantes a cada 14 dias, sendo que a média da região Norte se fixa nos 1.400 casos.
 

Portugal contabiliza pelo menos 4.276 mortos associados à covid-19 em 285.838 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).
 

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 08 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.
 

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana e feriados a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

Deixa o teu comentário